Possuindo um incomensurável acervo de informações históricas, passando de 11 mil assuntos (entre eles, mais de 300 dados biográficos de pioneiros santanenses e mais de 500 fotos históricas que registram o crescimento demográfico e social da cidade portuária do Amapá).



segunda-feira, 3 de agosto de 2015

31 de Julho (na História de Santana)



Em meados de 1956, a mineradora ICOMI apenas concluía as montagens de suas instalações portuárias em Santana.



1958 – Circulam comentários entre jogadores e dirigentes do Santana Esporte Clube, sobre suas insatisfações ligadas ao péssimo trabalho que vem sendo realizado pelo técnico Júlio Veliz, que, mesmo tendo forte conhecimento esportivo, não vem agradando os jogadores do “Canário” sobre sua atuação como treinador, mesmo recebendo total apoio de todos os membros da presidência do clube. 

1965 – Em reunião com seu secretariado, o Governador Substituto do (então) Território do Amapá, Roberto Rocha Souza, comenta o andamento da assinatura de um convênio entre o Governo Amapaense e o IPASE (Instituto de Pensão e Aposentadoria dos Servidores) para a construção de 100 casas no Território, como forma de acomodar os contribuintes daquele instituto. Somente na vila portuária de Santana, seriam levantadas 10 casas. 

1988 – Aprovado o Estatuto da “União dos Anciãos do bairro Jardim Paraíso”, em Santana, contendo 10 artigos. Sua 1ª presidente é Arduína Ferreira dos Santos. 

2000 – A Amcel (Amapá Celulose e Papel Ltda.) é escolhida a melhor empresa do Estado do Amapá, de acordo com o jornal “Gazeta Mercantil” deste dia. (ver Revista Cavacos, edição 384)

2007 – Fundada a Associação Comunitária e Esportiva do bairro dos Remédios I e II.

30 de Julho (na História de Santana)


Inauguração do prédio próprio do Ginásio Municipal de Santana (atual Escola Estadual Augusto Antunes), ocorrido em 04/03/1967.




1958 – Atraca no cais de Santana, o navio “Lobo D’almeida”, pertencente à frota dos Serviços de Navegação da Amazônia e da administração dos portos do Pará (PA), trazendo 44 militares (entre alunos e oficiais) da Escola Superior de Guerra, que vieram sob o comando do Brigadeiro do Ar Marcio de Souza Melo, na qual visitaram as instalações administrativas e industriais da ICOMI em Santana. 

1991 – O Governo do Amapá entrega a extensão da rede de distribuição elétrica para atender o bairro Novo Horizonte, em Santana, que antes sofria com os constantes “apagões” devido não terem uma rede elétrica totalmente padronizada para aquele bairro. 

1997 – Interditada oficialmente a ponte (de madeira) que atravessa sobre o Igarapé da Fortaleza, para dar início nas obras de construção da nova ponte em concreto. Para evitar transtorno aos condutores, o Governo do Amapá levantou uma ponte provisória, em paralelo com a ponte interditada. 

1999 – Realizado no auditório da Delegacia da Capitânia dos Portos, em Santana, uma seminário sobre a ocupação da orla marítima das cidades de Macapá e Santana, com a participação de técnicos do Governo Estadual. O seminário tratou de estudos multisetoriais (já anteriormente realizados) que avaliaram as questões sociais, econômicas e ambientais que envolvem a administração portuária no Amapá.

29 de Julho (na História de Santana)



Aspecto interno do supermercado mantido pela ICOMI na Vila Amazonas, em 1968.


1957 – O padre Mário Fossati assume a direção do Colégio-orfanato “São José”, localizado na Ilha de Santana. 

1961 – Na capela de Nossa Senhora de Fátima, na Vila Maia, 48 crianças (entre meninos e meninas), se aproximam, pela 1ª vez, da mesa eucarística. O padre Ângelo Biraghi, e as professoras Elionor e Conceição fizeram os preparativos. 

1985 – A Diocese de Macapá instala na Casa da Hospitalidade, em Santana, a “Comunidade das Pequenas Servas da Divina Providência”. A entidade pertence à Província do Imaculado Coração de Maria, com superiora regional residindo em Belo Horizonte (MG). As servas que integram essa comunidade são: Irmã Ieda de Carvalho (superiora), Maria Cecília Bernardini, Terezinha Hilda Pellegrini; onde todas realizam trabalho de assistência a menores excepcionais. 

1997 – Inauguração do prédio da Polícia Técnico-Científica (Politec) em Santana, funcionando na Vila Amazonas. 

2009 – Inauguração das reformas e adaptações do Centro de Diagnóstico da Mulher, na área portuária de Santana.

terça-feira, 28 de julho de 2015

28 de Julho (na História de Santana)


Trem de Santana (AP) com logotipo da empresa MMX quando era concessora da ferrovia amapaense, foto de 2006.



1957 – O navio liberiano SS Transglobe deixa o Porto de Santana, carregando mais de 10 mil toneladas de manganês, com destino aos Estados Unidos (EUA). 

2003 – Técnicos do Instituto de terras do Amapá (Terrap) concluem os vários serviços de inspeção e procedimentos legais com objetivo de regularizar as situações fundiárias de moradores que residem na Ilha de Santana. Tais serviços tiveram início em 14 de julho corrente. 

2008 – A empresa que controla o projeto de minério de ferro Minas-Rio e o Sistema de minério de ferro do Amapá, a Iron-X, passa para o controle da empresa Anglo American, de acordo com transação feita entre o grupo e o empresário Eike Batista, controlador da MMX Mineração. O valor do negocio fica em torno de US$ 5,5 bilhões. Detentor de 62% da Iron-X, Eike Batista ficaria com cerca de US$ 3,4 bilhões. Com a negociação, a MMX é dividida em duas empresas, mas não deixa de existir. São criadas a LLX Logística, que era um braço da MMX e continua sendo a controladora, e a Iron-X, que seria controlada pela empresa Anglo American. Ver dia 05.08.2008. 

2009 – A Superintendência de Transportes e Trânsito de Santana (STTrans) anuncia o recadastramento das 125 concessões de táxis existentes no município. A medida tem o objetivo de combater a clandestinidade do setor na região. 

2011 – A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), por meio da Coordenadoria de Empreendedorismo, participa, do Encontro de Orientação aos Empreendedores Individuais. A Sete palestrou sobre microcrédito e empreendedorismo. O encontro foi promovido pelo escritório do Sebrae em Santana, com apoio do INSS, Receita Federal e Sete. O público-alvo da palestra foram empreendedores individuais formalizados de Santana.
O gerente do Núcleo de Fomento e Crédito Assistido da Sete, João Marcos Ferreira, destacou na sua apresentação os objetivos do Núcleo, que são: promover acesso às linhas de crédito assistido para o desenvolvimento das micro-finanças do Estado do Amapá; articular ações de assistência técnica, tecnológica e gerencial, integradas ao processo de concessão de crédito; apoiar na análise da viabilidade técnica e financeira de propostas oriundas do programa, entre outras ações.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

27 de Julho (na História de Santana)


Incêndio coletivo ocorrido em 27/07/2007 na área portuária de Santana. Este foi o 3º maior incêndio registrado no município.



1964 – Fundada em Santana, a Companhia Progresso do Amapá (Copram). A nova empresa, também pertencente ao Grupo CAEMI, tinha por objetivo o estudo de problemas econômicos investimentos no então Território Federal do Amapá, tornando-se um importante elemento para o desenvolvimento amapaense. 

2002 – O representante do Governo do Amapá em Santana, Sr. Ivanci Magno, visita a Associação de Moradores do Bairro Fonte Nova (AMBFN), acompanhado do vereador Antônio Nogueira (PT), onde discutem a situação do transporte coletivo e as precárias vias de acesso, prometendo solucioná-las. O vereador Nogueira aproveitou para questionar a construção do centro comunitário do bairro. De acordo com a ata, havia 14pessoas presentes neste evento. 

2005 – Inauguração da sede regional do Sebrae no município de Santana. Antes de ter sua sede própria na cidade, o Sebrae passou por vários endereços. Em 1994, a primeira instalação do órgão foi no Centro Social Urbano Vitória Régia e pelo Banco do Brasil, por onde permaneceu até março de 2000, quando se mudou para um anexo da Biblioteca Pública de Santana em 2001. Seu último endereço alugado entre 2001-2004 na área comercial do município.
O novo escritório possui uma área de 300m, com duas salas e espaço para atendimento. A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Macapá e Santana também possui um espaço na mesma sede. De acordo com o Sebrae, até esta data, existiam cerca de 2.300 micro e pequenos empreendedores formais em Santana. 

2007 – Um Incêndio de grandes proporções destrói cerca de 20 estabelecimentos localizados na Área Portuária de Santana. O sinistro, que iniciou por volta das 16 horas, consumiu com fogo diversos prédios antigos, que serviam simultaneamente de comércio e moradia. Como essas edificações foram construídas de forma mista (madeira e tijolos), já apresentavam uma estrutura física deteriorada, e dissolveram mais rapidamente quando foram atingidos pelo fogo.
A situação piorou quando as labaredas chegaram a um depósito clandestino de pólvoras que eram vendidas como munição para ribeirinhos, e ali haviam botijões de gás que encontravam-se estocados nos fundos desses estabelecimentos, oque prolongou na ação conjunta do Corpo de Bombeiros, que levaram mais de uma hora para controlarem as chamas. 

2012 – O Presidente do Tribunal Eleitoral do Amapá (TRE/AP), Desembargador Raimundo Vales, acompanhado da Diretora Geral, Odete Scalco, e da Secretária de Administração e Finanças do TRE-AP, Dilma Pimenta, inspecionam as obras do novo Cartório Eleitoral de Santana. O projeto que iniciou em janeiro de 2012, já conta com um investimento de R$1,3 milhão. Serviços preliminares como limpeza do terreno, construção do barracão, as instalações provisórias de energia e água fria, bem como a locação da placa da obra estão concluídos. O trabalho segue com as escavações, concretagem dos blocos, pilares, vigas, laje treliçada, passagem das tubulações de elétrica, hidráulica e sanitária. A primeira fase das obras está prevista para ser concluída até novembro. 

2014 – O Governo do Amapá anuncia o início da construção do 1º espaço sociocultural de Santana, sendo erguido no bairro Central, tendo como objetivo preservar o desenvolvimento sociocultural do povo amapaense, utilizando a arte e a cultura como instrumentos de capacitação e inclusão social. O local, que será construído com recursos do Ministério da Defesa, em contrapartida com o Governo Estadual, custará no total de R$ 1,1 milhão, e será denominado de "Centro de Arte e Cultura de Santana Bi Trindade".
O nome faz referência ao professor de língua francesa, Benedito Trindade Machado, falecido em dezembro de 2013, conhecido popularmente como Bi Trindade, que também foi fundador do grupo Pilão, um dos grupos mais tradicionais de Macapá.

domingo, 26 de julho de 2015

26 de Julho (na História de Santana)



Estátua dedicada à Nossa Senhora de Santa Ana, localizada na entrada da cidade portuária, foi inaugurada em 26/07/1999.



1959 – O Santana Esporte Clube torna-se campeão da 1ª rodada do Campeonato, após vencer o Trem Desportivo Clube por 6 x 2. Na arbitragem estava Raimundo Borges, auxiliado por Dário Costa e Juarez Nascimento. 

1999 – Como parte da programação em homenagem à padroeira santanense, o prefeito de Santana Judas Tadeu Medeiros inaugura a estátua simbólica da Santa na entrada do município (no entroncamento do Quartel do 4.° Batalhão da Polícia Militar de Santana). A estátua foi construída pelo escultor Carlos Prado, com a supervisão do Bispo de Macapá Dom João Risatti. 

2004 – O Tenente da Polícia Militar José Raimundo de Souza Almeida (Tenente Almeida) é executado com cinco (05) tiros fatais. O policial se encontrava em um bar, próximo de sua casa. O crime teve grande repercussão no Estado, mas nunca localizaram o autor dos disparos.

sábado, 25 de julho de 2015

25 de Julho (na História de Santana)


A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) admite ter errado em leituras de faturas de milhares de consumidores que residem em Santana. Fato ocorrido em julho de 2011.


1953 – Rio de Janeiro (RJ). O conselheiro do Tribunal de Contas da União (TCU), Silvestre Péricles de Góes Monteiro, consegue que o TCU votasse contra a concessão de construção da futura Estrada de Ferro do Amapá para a ICOMI, com base na alegação (erradamente) de que a referida ferrovia cruzaria terras da faixa de segurança nacional (a menos de 100km de fronteiras internacionais). A ICOMI recorre da decisão, e o TCU aprovado o pedido da mineradora, embora o conselheiro Silvestre Péricles mantivesse o seu voto contrário. 

1955 – O embaixador nipônico no Brasil, Dr.º Yoshiro Ando, e sua comitiva, visitam o canteiro de obras do cais da ICOMI em Santana. 

1961 – Na Ilha de Santana, 42 crianças fazem a 1ª comunhão, com a presença de seus pais. O evento acontece numa das salas da escola da ilha, que foi especialmente decorada pelas professoras Eudoxias e Isabel. 

1996 – O Juiz da comarca de Santana, Décio José dos Santos Rufino, prolata a sentença de apreciação dos pedidos de candidaturas e prefeitos e vereadores no município de Santana. Dos 141 pedidos para vereadores, foram deferidos 133 pedidos e 08 indeferidos. 

1997 (I) – Com dois meses de salários atrasados, servidores que prestam serviços na Câmara de Vereadores de Santana protestam em frente ao prédio do legislativo municipal. Ver dia 22.07.1997. 

1997 (II) – O Departamento de Mineração da Coordenadoria Estadual da Indústria, Comércio e Mineração (Ceicom) vêm realizando um levantamento das reservas de argilas nas olarias de Santana, como forma de descobrir a quantidade de argila existente e o tempo de duração de suas reservas. 

2005 – Iniciado no Campus Universitário da Universidade Federal do Amapá (Unifap) de Santana, o I Seminário Interno sobre o Plano Diretor, promovido pela Prefeitura de Santana, com encerramento para o dia 27 de julho corrente. 

2007 – Por determinação da Promotoria da Cidadania do município de Santana, uma equipe de fiscais do Ministério Público Estadual (MPE), acompanhado de integrantes do Conselho Regional de Medicina do Amapá (CRM-AP), fazem uma inspeção técnica e administrativa em seis (06) unidades de saúde de Santana, onde constataram diversas negligencias, como: falta de médicos, serviços de laboratórios e curativo. A vistoria resulta em um relatório técnico enviado para o MPE, que cobra da Secretaria Municipal de Saúde de Santana providências sobre a situação. 

2011 – A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) admite erro no envio de cobranças indevidas aos consumidores de Santana. A afirmação teria sido motivada a partir de denúncias publicadas pela imprensa local dias antes. O acréscimo observado nas faturas teria sido originado pela falta de leituristas e de um cálculo de consumo abrangendo seis meses.
Consumidores reclamaram no posto de atendimento da Companhia do recebimento de faturas com até 90% de aumento. Segundo o gerente da CEA em Santana, José Soares, desde o mês de Dezembro, a companhia estaria sem profissionais para fazer a leitura dos registros. Existe uma determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que impede as concessionárias de realizar cobranças quando as falhas para a manutenção do serviço partir das próprias companhias de distribuição. Esta resolução prevê ainda que na ausência de leituristas, a empresa faça a cobrança de três meses anteriores ao período decorrente. 

2012 – O Governo do Estado do Amapá (GEA), por meio da vice-governadora Dora Nascimento, que na ocasião representou o governador Camilo Capiberibe, participa da escala inaugural do armador da companhia francesa CMA CGM, na Companhia Docas de Santana (CDSA). A partir deste momento, o Amapá passa a contar com uma nova linha de navegação marítima comercial CMA CGM, que colocará o Estado em contato com mais de 150 países. A cerimônia contou ainda com a presença do presidente da Companhia de Gerência Portuária do Suriname (Paramaribo), Drs. John Defares, que veio a convite do secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), José Reinaldo Picanço, na intenção de se integrar e futuramente colocar o Suriname na rota comercial do Porto de Santana.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

24 de Julho (na História de Santana)


Vereador santanense Robson Coutinho (foto ao lado) se envolveu em acidente automobilístico em 2011.



1947 – Uma comitiva de deputados federais e jornalistas nacionais fazem uma ligeira visita à Ilha de Santana. Os deputados federais são: Juscelino Kubistucheck e Duque de Mesquita (MG); Adelmar Rocha (PI); Padre Medeiros Neto (AL); Lino Machado (MA); Plínio Cavalcanti (SP); José Joffily (PB); Carlos Nogueira (PA) e Coaracy Nunes (AP). Os jornalistas são: José Vamberto, Viegas Neto, Antônio Viana Lima, Nelson Nogueira, Antônio de Araújo, Armando Mendes, e Fernando Maia. Toda a comitiva viajou a bordo da lancha “Amapá”, do governo amapaense. 

1949 – Em visita ao Amapá, o Dr. Lafayete Pereira Guimarães, representante do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (INEP) do Ministério da Educação, inspeciona a Escola Mista da Ilha de Santana, entidade onde foram aplicados recursos do INEP para sua construção. 

1970 – Concluída as obras de construção de um posto rodoviário na estrada Macapá-Santana. 

1996 – O Conselho Superior dos Juizados Especiais, através da Resolução n.° 009/96 desta data, dispõe e regulamenta o funcionamento do Juizado Itinerante da Comarca de Santana. 

2006 – Com recursos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Prefeitura de Santana adquire uma patrulha mecanizada para beneficiar mais de 3 mil produtores rurais do município. A patrulha é composta de 01 pá-carregadeira e 01 trator de pneus com todos os implementos agrícolas, como roçadeira, arado, etc. 

2011 – O vereador santanense Robson Coutinho (PPS) envolve-se em acidente automobilístico na Rodovia Salvador Diniz, onde seu veículo (marca Pick-up) capota e mata sua acompanhante, a doméstica Elisvângela Morais Barros de Oliveira, que teve seu corpo arremessado do veículo. 

2012 – O Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) reúne-se com representantes da empresa Norte Navegação e Portos (Cianport) e da Reserva Particular do Patrimônio Natural (Revecom) para a assinatura do Termo de Cooperação entre ambas. O acordo é uma das condicionantes do Imap para que a empresa Cianport possa obter as licenças para iniciar a construção de três (03) silos na Companhia Docas de Santana (CDSA), que irão recepcionar e armazenar grãos vindos de outros estados. 

2014 – A mineradora Zamin Amapá anuncia para o Governo do Amapá que apresentará, em breve, um plano formal de recuperação da empresa. A informação foi repassada pelo responsável da integração do sistema Zamin no Amapá, Fernando Puntigliano, ao secretário de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), José Reinaldo Picanço, durante reunião no gabinete da pasta. Puntigliano foi acompanhado do assessor de Relações Institucionais da empresa, Bruno Cei.
Em maio deste mesmo ano, a mineradora havia divulgado que retomaria, no mês seguinte, a reconstrução do terminal de embarque de minério no município de Santana. No entanto, as obras atrasaram devido à necessidade de estudos técnicos e ajustes no referido projeto de recuperação.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

23 de Julho (na História de Santana)


Carregamento de minério de manganês na região do Rio Amaparí (Serra do Navio), em meados de 1948.


1949 – A Prelazia de Macapá (atual Diocese de Macapá) divulga os Estatutos do Colégio-Orfanato “São José”, contendo 77 artigos. A dita instituição seria instalada na Ilha de Santana no ano seguinte (1950), abrigando dezenas de crianças entre 02-08 anos que se encontravam em estado de abandono familiar, funcionando até 1961, quando seria desativada por ordens da Prelazia de Macapá. 

1957 – Uma delegação de alunos da Faculdade de Ciências Econômicas de Belém (PA) visitam as instalações portuárias da ICOMI em Santana. A delegação estava composta de nove (09) homens e três (03) mulheres. 

1976 – Através do Parecer n.º 029/76 desta data, do Conselho Territorial de Educação, fica autorizada a mudança do designativo “Grupo Escolar” mantida pelos estabelecimentos de ensino municipal de Macapá para “Escola Municipal de 1º Grau”. A mudança inclui 12 escolas, sendo duas de Santana (a Escola Amazonas e Escola Piauí). A relatora do parecer é a Professora Iracema Araújo.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

22 de Julho (na História de Santana)


Senador amapaense João Capiberibe participa do lançamento do Portal da Transparência da Prefeitura de Santana, em 2011.


1991 – Reinauguração da Escola Estadual Professora Joanira Del Castillo, no bairro Nova Brasília, agora atendendo cerca de 2 mil alunos de 1ª a 8ª série, bem como o Jardim de Infância e supletivo, todos distribuídos nos três turnos. 

1993 – Em sessão na Câmara Municipal de Santana, o vereador Aldenor Rebelo (PTR) comenta sobre a sua análise positiva quanto aos trabalhos desenvolvidos pelo legislativo municipal e pela Prefeitura de Santana (tendo como gestor Geovani Borges) nos primeiros 06 meses daquele ano, na qual constatou suficientes para comprovar que a segunda maior cidade do Amapá podia sobrevir sem precisar “se humilhar” ao Governador do Estado (Comandante Anníbal Barcellos), que não vinha dando qualquer apoio financeiro ao município. O vereador aproveitou a ocasião e ressaltou também que a Prefeitura de Santana precisava fazer alguns acertos em seu sistema de fiscalização tributária, para não permitir a evasão de sua Receita. 

1997 – A Câmara Municipal de Santana têm seus telefones internos e a energia elétrica cortada devido a falta de pagamento. No dia seguinte, o fornecimento de água também é cortado. O presidente da Câmara era o vereador João Batista “Bariloche”. 

2007 – Atracado no Porto de Santana desde o dia anterior (21/07), o Navio Hidrográfico “Sirius”, da Marinha Brasileira, é liberado para visitação pública. O navio veio ao Amapá para dar continuidade aos trabalhos de levantamento náuticos e hidrooceanográficos da Barra Norte do Rio Amazonas. O trabalho visa medir as profundidades e mudanças de posições, o que gera informações para os mapas da navegação do país. O navio fica atracado em Santana até o dia 25/07/2007. 

2010 – Em audiência realizada na 3ª Vara Cível da Comarca de Santana, comerciantes da Feira do “Mete a Mão”, na área portuária de Santana, não aceitam a proposta indenizatória apresentada pela assessoria jurídica da Prefeitura de Santana, em pagar R$ 5 mil para os pequenos comerciantes deixarem o local onde estaria sendo construído o Shopping Popular do município. Segundo Benedito de Melo, que preside a Associação dos Micros Empreendedores de Santana, “o valor é irrisório e não atenderia as necessidades já investidas pelos comerciantes”. Com isso, o processo continua até hoje tramitando na referida Vara Cível. 

2011 – Lançado o Portal da Transparência da Prefeitura de Santana, numa parceria entre o Executivo Municipal e o Governo do Amapá, através do Centro de Gestão de Tecnologia da Informação (do Prodap).

terça-feira, 21 de julho de 2015

21 de Julho (na História de Santana)


Ensino primário desenvolvido pelas escolas da ICOMI no Amapá, foto da década de 1960.


1949 – Rio de Janeiro (Capital Federal). O Ministério da Viação e Obras Públicas, através do Departamento Nacional de Portos, Rios e Canais, concede Cr$ 5,5 milhões para a construção do futuro Porto de Macapá. Em sua justificativa parlamentar, o então deputado federal pelo Amapá Dr. Coaracy Nunes, alegou a necessidade de expansão comercial que atinge o país, onde sua localização geográfica visa beneficiar tanto o Território como a Nação. A sua realização vinha sendo pleiteada há quatro anos, e agora sua imediata construção iria atender a exportação de ferro, manganês, madeira e outros produtos extraídos no território amapaense. 

1957 – Em jogo no Estádio Municipal de Macapá, o Santana Esporte Clube vence o 07 de setembro por 10 x 0, na maior goleada da década de 1950. Na arbitragem: Francisco Lima, auxiliado por Carlos Gomes e Fernando Franco. 

1968 – Em jogo pelo Campeonato Amapaense de Futebol, no Estádio “Augusto Antunes” (Vila Amazonas), o Santana Clube vence o Independente Esporte Clube por 12 x 2, gols feitos por Percival (5), Timbó (3), Batista, Lelé, Doca e Haroldo para o “canário”, enquanto que Edson e Castanhal fizeram dois gols para o “carcará”. O juiz da partida foi Raimundo Borges. 

2002 – Empossada a nova diretoria da Associação de Moradores do Bairro Fonte Nova (AMBFN), composta por Iraci Vasconcellos Silva (presidente) e Antônio Souza Santos (vice). O evento contou com diversas autoridades, como os vereadores santanenses Antônio Nogueira e Roseli Matos, Sr. Ivanci Magno (representante do Governo Estadual em Santana), Alessandro Sabino (diretor da Escola Estadual Antônio Januário) e outros. Estiveram 81 pessoas presentes no evento. 

2007 – Inauguração do novo centro comunitário do distrito santanense do Igarapé da Fortaleza, com a presença do governador do Amapá Waldez Góes. O referido centro foi construído em 180 dias, custando cerca de R$ 250 mil, com recursos diretos do Governo Estadual, repassados através de convênio com a Associação de Moradores do Igarapé da Fortaleza. 

2010 – Brasília (DF). O presidente do TSE Ricardo Lewandowski, torna sem efeito a decisão tomada pelo presidente em exercício do TRE/AP, Desembargador Edinardo Souza, que cassou o prefeito de Santana Antonio Nogueira. Edinardo havia tornado sem efeito a liminar anteriormente concedida pelo presidente titular, Luiz Carlos Gomes, que mantinha Nogueira no cargo de prefeito do município de Santana. No despacho dado pelo presidente em exercício, o 2º colocado na eleição de 2008, Rosemiro Rocha, seria diplomado e assumiria a prefeitura, o que foi inviabilizado pela decisão do ministro, que acatou todos os argumentos da defesa e tornou sem efeito a decisão até o julgamento do recurso especial pelo TSE.
O pedido de cassação foi solicitado ao TRE/AP em 2008 pelo ex-prefeito Rosemiro Rocha, que alegou que Antonio Nogueira, então candidato à reeleição, havia cometido abuso de poder no período pré-eleitoral quando foi firmado convênio entre o Governo do Estado e a Prefeitura para limpeza da cidade. A defesa jurídica de Nogueira, tendo a frente o advogado Riano Freire, justificou que a assinatura do convênio foi feita no período permitido e que o processo não apresentava lastro nas provas, o que caracterizava que não houve abuso de poder, portanto a assinatura do convênio não teria influenciado no resultado da eleição. As ações do convênio que foram denunciadas por Rosemiro Rocha, nunca foram executadas, até porque esses recursos não chegaram a ser liberados pelo Estado. 

2011 – A Delegacia Geral de Polícia Civil do Amapá (DGPC) e a Companhia Docas de Santana (Portobrás) firmam parceria, com o objetivo de promover maior segurança na área portuária do município de Santana. O Termo de Cooperação Técnica foi assinado entre os representantes da DGPC, Tito Guimarães Neto, o diretor presidente das Docas, Riano Valente, comandante da Guarda Portuária, Hilário José Miranda e o coordenador do Canil da Polícia Civil, Sandro Silveira. De acordo com Riano Valente, a Cia Docas adquiriu 02 cães da raça Pastor Alemão, que serão treinados a efetuar fiscalização nas cargas que chegam no porto em contêiner.

A maior goleada da história do futebol amapaense


Santana e Independente protagonizaram a maior goleada da história do futebol tucuju, durante o Campeonato Amapaense de 1968.


O feito avassalador ocorreu em meados de 1968, durante uma partida pela 4ª rodada do Turno de Classificação do Campeonato Amapaense daquele ano, quando jogaram na tarde do dia 21 de julho – um domingo –, no Estádio “Augusto Antunes”, na Vila Amazonas, as duas respeitadas representações esportivas da cidade portuária: o Santana Esporte Clube e o Independente Esporte Clube. 

O histórico encontro futebolístico serviu entre outras coisas, como para evidenciar na época a excelente forma física e técnica que vinha passando a agremiação do “Canário Amapaense” (assim como era conhecido o Santana Clube), constando no resultado surpreendente no final do marcador daquela partida: foram 12 x 2. 

Durante os 90 minutos de partida, a equipe onzena do “Canário” demonstrou em campo uma completa superioridade futebolística, movimentando-se como bem entendia, sem nenhuma preocupação, podendo até mesmo, terem ampliado o placar que encerrou com aquela uma dúzia de pontos a seu favor. 

Jogo de futebol no Amapá foi noticiado até
mesmo pela imprensa paraense.
Foi graças ao talento de Percival (que fez 5 gols), Timbó (fez 3), e os gols individuais feitos por Batista, Lelé, Doca e Haroldo que o “Canarinho” entraria para os anais do esporte amapaense com tal feito, sem deixar de citar os jogadores Edson e Castanhal que ainda assinalaram os dois pontos a favor para o “Carcará da Vila Maia”. 

Tendo como juiz o Sr. Raimundo Pessoa Borges, o jogo também teve o auxílio de João Paes Sampaio e Flávio Teixeira, que registraram apenas uma anormalidade em campo: a retirada do artilheiro Trevizani que, aos 32 minutos do 2º tempo, teria agido com passo violento em cima de um jogador do time adversário. 

De acordo com informações publicadas pela imprensa da época, a Federação Amapaense de Desportos contabilizou a presença de mais de 1.200 espectadores que assistiram a este “duelo de titãs” que, em virtude da considerável somatória de gols em uma única partida, foi noticiado até mesmo pelo jornal paraense “O Liberal” dias depois (no Caderno de Esportes) com o título “Houve mais gols do que jogadores no Amapá”.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

20 de Julho (na História de Santana)

Entre 1992 e 2003 (período de concessão ferroviária da ICOMI), houve pelo menos sete (07) descarrilamentos de vagões na Estrada de Ferro do Amapá. Na foto ao lado, o descarrilamento de vagões com minério de manganês, ocorrido em Julho de 2000.


1973 – Em conjunto com a Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI), a Prefeitura Municipal de Macapá inicia a construção de uma ponte de madeira sobre o Igarapé da Fortaleza, ligando os distritos de Santana à Fazendinha. 

1988 – O Decreto Municipal n.° 007/88-PMS desta data, nomeia o médico Alberto Bezerra Pacheco para assumir o Departamento de Saúde da Prefeitura de Santana. 

1998 – A empresa AMCEL (Amapá Papel e Celulose Ltda), pertencente ao Grupo Champion, começa a receber novos equipamentos para o transporte de cavacos de pinos, sendo 30 carretas do tipo contêineres. 

2000 – Locomotivas da mineradora ICOMI descarrilam do trilho no km-131 da Estrada de Ferro do Amapá, deixando apenas os passageiros levemente feridos. Ao todo foram três (03) vagões que saíram da ferrovia.

domingo, 19 de julho de 2015

19 de Julho (na História de Santana)


Esposa do Marechal Henrique Lott (na foto ao lado), visitou Santana no dia 19/07/1960.


1960 – A Senhora Edna Lott, esposa do candidato à Presidência da República Marechal Henrique Lott, acompanhado de sua comitiva, e do governador do Amapá Pauxy Nunes, visita as instalações da ICOMI em Santana, conhecendo as obras de construção da futura Vila Amazonas. 

1972 – A comunidade de Fazendinha passa a receber energia elétrica vinda diretamente da Usina Térmica Costa e Silva (Macapá). Já existe em discussões de planos futuros do Governo Territorial a distribuição de energia para a zona portuária de Santana, vindo pela Fazendinha. 

1992 – Segundo dados do Departamento de Estatística e Informações da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), o IBGE corrigiu algumas estimativas de populações nos municípios de Amapá e Santana, onde este último município fechou o Censo Populacional de 1991 com 51.414 habitantes. 

2007 – Ocorre no salão do SESI, na Vila Amazonas, a II Conferência Municipal das Cidades, organizada pela Prefeitura Municipal de Santana, na qual reúnem-se diversas autoridades locais e a sociedade civil organizada para discutirem a implementação de políticas urbanas que visavam melhorar a qualidade de vida da população. O tema da Conferência desse ano era: “Avançando na Gestão Democrática das Cidades – Desenvolvimento Urbano com Participação Popular e Justiça Social”.

sábado, 18 de julho de 2015

18 de Julho (na História de Santana)


Rua Cláudio Lúcio Monteiro, foto tirada em Janeiro/2005.


1953 – O “Jornal do Comércio” (semanário carioca) desta data, publica com destaque os trabalhos da assembleia geral do Conselho Nacional de Geografia, intitulado “Trabalhos Geográficos Realizados no Amapá pelo Navio Hidrográfico Rio Branco”

1989 – O governador do Amapá Jorge Nova da Costa faz a entrega das primeiras 100 casas construídas no bairro Jardim Paraíso, como parte do programa “Mutirão da Moradia”. Nota: as referidas casas foram construídas numa área que depois se tornaria um bairro de Santana, hoje chamado de Mutirão do Paraíso. 

1990 – Em solenidade no gabinete do prefeito Rosemiro Rocha, é empossado o novo Secretário Municipal de Saúde, o médico Antônio Luís Cardoso Neto, substituindo a Dr.ª Kátia Coutinho. 

2003 – Ocorre na fábrica de cavacos de Santana, a posse dos membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da International Paper para o biênio 2003-2004, agora presidida por Moisés Fernandes. 

2008 – A Secretaria Municipal de Saúde de Santana recebe do Governo Federal (Ministério da Saúde), uma quantidade de medicamentos para atender a população santanense no período de seis a oito meses. São insumos odontológicos; correlatos e medicamentos básicos.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

17 de Julho (na História de Santana)



Em 2012, é inaugurada uma patrulha marítima da Polícia Federal na Companhia Docas de Santana (CDSA).


1948 – O governador do Amapá Capitão Janary Nunes recebe uma correspondência do Diretor do Departamento de Expansão Comercial do Brasil em Nova York (EUA), Sr.º José Garrido Torres, onde agradece ao executivo amapaense sobre as remessas de amostras de minério de manganês que lhe foi enviada para ser noticiada e estampada no folhetim “Expansão Brasileira nos Estados Unidos” de circulação mensal pelos EUA. 

1966 – Hospedados no staff da Vila Amazonas, representantes de uma Siderúrgica espanhola visitam as instalações do Porto de Santana e da Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI). 

1970 – Em visita ao Amapá, o ministro do Trabalho Dr.º Júlio Barata, acompanhado de uma comitiva ministerial, visita as instalações portuárias da ICOMI e a fábrica de compensados em Santana. 

1990 – O médico Antônio Luís Cardoso Neto é empossado novo secretário municipal e Saúde de Santana, substituindo a Dr.ª Kátia Coutinho. O novo titular assume o cargo com o compromisso de terminar as obras do 1º centro de saúde do município, que estava sendo erguido na Vila Daniel. 

2006 – O Prefeito de Santana, José Antônio Nogueira de Souza, assume a direção Estadual do Partido dos trabalhadores (PT) e a coordenação da campanha de reeleição do Presidente da República Luis Inácio Lula da Silva. 

2008 – O titular da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Santana, Dr.º Paulo Celso Ramos, em visita à nova sede do Conselho Tutelar de Santana, constata que o prédio recém-inaugurado não estaria funcionando por falta de condições estruturais técnicas e administrativas. Após a visita, o promotor agenda uma reunião com o prefeito Antônio Nogueira, para discutir as medidas a serem tomadas sobre a situação. 

2012 – Garantir a segurança da navegação aquaviária em um raio de 20km da poligonal do Porto Organizado de Santana. Esta é a finalidade da Delegacia Especial de Polícia Marítima do Amapá (GEPOM), que foi inaugurada neste dia na Companhia Docas de Santana (CDSA). Instalada nas dependências da companhia, o grupo foi totalmente equipado para operar nas águas do Rio Amazonas. O GEPOM atua na promoção de ações de combate aos incidentes ocorridos nos rios da região sob a circunscrição da Superintendência da Polícia Federal no Amapá.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

16 de Julho (na História de Santana)



Em 2011, uma mobilização popular percorreu as ruas de Santana, exigindo o afastamento do então prefeito Antônio Nogueira, acusado de irregularidades em sua administração.


1966 – Solenidade de encerramento do 1º semestre do ano letivo do recém-construído Ginásio Municipal de Santana, com a presença do Governo do Território, General Luiz Mendes, prefeito de Macapá Cabo Alfredo Oliveira, o Corpo Docente e populares. 

1988 – Por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a Câmara Municipal de Macapá diminui as vagas de vereadores de 15 para 13 por causa do número de eleitores da capital ser de 56 mil. O recém-criado município de Santana fica com 09 vereadores e os demais municípios com 07 vereadores. 

2007 – A Prefeitura Municipal de Santana (PMS), por meio da Procuradoria Jurídica do município, garante em audiência, medidas necessárias para o funcionamento de seu Conselho Tutelar. A audiência fez parte do procedimento adotado pela Promotoria da Infância e Juventude no mês de março do corrente ano, quando o Promotor de Justiça Dr. Paulo Celso dos Santos ajuizou uma Ação Civil Pública com pedido de liminar, cobrando estrutura para o funcionamento do referido Conselho.
Durante essa audiência, os procuradores jurídicos da PMS declararam que parte do que havia sido cobrado já estava sendo atendido, entre eles, o de liberar 15 litros de combustível por dia, a regularização dos pagamentos do aluguel do prédio onde funciona o Conselho e do veículo, além da ampliação do quadro de funcionários. 

2008 – O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP) divulga a existência de 59.862 eleitores aptos a votarem nas eleições municipais de outubro de 2008 para a escolha de prefeito e vereadores. 

2011 – Acontece em Santana, uma mobilização popular denominada “Acorda Santana”, percorrendo diversas ruas e avenidas da cidade, com intuito de pedirem o afastamento de Antônio Nogueira da Prefeitura de Santana, sob a acusação de irregularidades administrativas. 

2014 (I) – A comissão de implantação do Campus do Instituto Federal do Amapá (Ifap), no município de Santana, é recebida pelo prefeito Robson Rocha, secretários municipais e assessores. Eles realizam uma reunião preparatória da audiência pública a ser traçada para indicação dos novos cursos a serem ofertados no campus. Representantes de órgãos públicos, organizações não governamentais, associações e entidades de classe, empresários e a comunidade do município participarão da audiência pública, marcada para o dia 29 de agosto. 

2014 (II) – Em sessão no Senado Federal, é aprovado os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus e das Áreas de Livre Comércio da Amazônia Legal, entre outras medidas tomadas, é prorrogada a vigência do comércio de importados de Macapá e Santana (ALCMS) até o ano de 2050.

quarta-feira, 15 de julho de 2015

15 de Julho (na História de Santana)



Em 15/07/2005, circula em Santana a 1ª edição do jornal quinzenal "Correio Popular".



1965 – No estádio “Augusto Antunes”, o Santana Clube perde para o Atlético Vitória (BA) por 2 x 1. O juiz da partida foi Wilson Sena. 

1991 – A Resolução n.º 08/91-CEE desta data, do Conselho Estadual de Educação, reconhece o curso básico de 2º grau, ministrado pela Escola Estadual Professor José Barroso Tostes, em Santana. (ver Diário Oficial do Amapá, de 07/08/1991) 

1994 – Desembarcam em Macapá, os ministros Bayma Denis (dos Transportes) e Aluísio Alves (da Integração Regional), para analisarem a viabilidade de ampliação do Porto de Santana, para ali ser construído um terminal de contêineres. 

2005 – Circula em Santana, a 1ª edição do jornal quinzenal “Correio Popular”. O informativo possui 12 páginas, sob a coordenação editorial de Walber Trindade. O folhetim teve apenas quatro (04) edições, que circularam no período de julho a setembro de 2005. 

2007 – Por determinação da Promotoria da Cidadania do município de Santana, uma equipe de fiscais do Ministério Público Estadual (MPE), acompanhado de integrantes do Conselho Regional de Medicina do Amapá, fazem uma inspeção técnica e administrativa em 06 unidades de saúde de Santana, onde constatara diversas negligências: falta de médicos, serviços de laboratórios e curativos. A vistoria resultou em um relatório técnico enviado ao MPE, que cobrou da Secretaria Municipal de Saúde de Santana (Semsa), providências sobre a situação.

terça-feira, 14 de julho de 2015

14 de Julho (na História de Santana)



Empresário Augusto Trajano Antunes (1906-1996), grande influência no mercado mineral e empresarial do Brasil entre as décadas de 1940 e 1980.

1632 – A nau (pequena embarcação), navegada pelo Comandante Roger Fray, é abordada pelo Capitão Aires de Souza Chichorro, vindo o Comandante Fray a morrer em combate, com tal episódio marca o fim das pretensões britânicas de estabelecer-se na Amazônia, em terras hoje amapaenses. 

1953 – Rio de Janeiro (RJ). O Tribunal de Contas da União julga o termo aditivo ao contrato de exploração do minério de manganês do Território do Amapá, aprovando-o por 04 votos contra 02. 

1962 – O Jornal “AMAPÁ” desta data, publica uma extensa reportagem sobre a implantação da Bruynzeel Madeiras S/A (Brumasa) no Território Federal do Amapá, de iniciativa dos senhores Van Pelt (Presidente do Suriname) e Hans Rodenhnnis, e sobre as perspectivas positivas para a economia do Amapá. (ver edição 1171) 

1992 – É regulamentada a 1ª Lei Orgânica do Município de Santana, contendo 173 artigos, seu Relator Geral foi o vereador Odenilson Marques. O Presidente da Câmara de Vereadores de Santana era o vereador Francisco Rêgo. 

1998 – Em solenidade realizada em frente ao portão principal da ICOMI, o prefeito de Santana Judas Tadeu Medeiros apresenta a nova frota de maquinários para a coleta de lixo do município. Na mesma ocasião, a frota de ônibus da empresa “Cidade de Santana” aumenta de 12 para 17 coletivos.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

13 de Julho (na História de Santana)



Assentamento dos trilhos na ferrovia que liga Porto de Santana a Serra do Navio, em 1956.


1953 – O navio “Hildebrand”, da frota de navegação da Booth Line, atraca no Porto de Santana, vindo carregar 150m³ de madeira destinada a Leixões. De origem britânica, o navio vinha sendo comandado pelo Almirante J. Whaynan, deixando o Território do Amapá no dia seguinte (14). 

1966 – Em visita ao Amapá, uma turma contendo 29 estagiários da Escola Superior de Guerra, dirigida pelo Brigadeiro Henrique Fleuss, conhece as instalações da ICOMI em Santana e jantam na Vila Amazonas. 

1969 – Levantado o cruzeiro eclesiástico para a construção da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, onde hoje está situado o Mercado Municipal de Santana, mas a Prefeitura de Macapá embargou a referida obra. 

1980 – Iniciada a construção da Capela do Bom Samaritano, no atual distrito do Elesbão, toda em madeira, tirada da antiga Casa de Campo dos Padres da Ilha de Santana. O telhado dessa capela é de chapas de brasilit. 

1991 – No distrito rural do Igarapé do Lago, ocorre a inauguração do sistema de abastecimento de água local, com a presença de diversas autoridades municipais e estaduais. 

2002 – A Prefeitura de Santana realiza a “1ª Ação Comunitária” do município, ocorrida na Escola Municipal Professora Maria Ilnah de Almeida, no bairro Provedor I. Foram registrados mais de 1.000 atendimentos. 

2010 – Segundo o Tribunal Regional do Amapá (TRE/AP), existem 64.029 eleitores aptos no município de Santana a votarem nas eleições estaduais deste ano, correspondendo a 15,22% de todo eleitorado amapaense.

domingo, 12 de julho de 2015

12 de Julho (na História de Santana)


Prefeitura de Santana entrega 06 novas casas populares no Delta do Matapí-Mirim.


1958 – Em jogo amistoso realizado no Estádio Municipal de Macapá, o Santana Esporte Clube vence o Santa Cruz por 3 x 0, gols feitos por Pedro Bala (2) e Joãozinho. Na arbitragem estava Francisco Lima, auxiliado por Bibito e Carlos Brito. 

1983 – A Indústria e Comércio de Minérios Ltda (ICOMI) vem solicitando junto ao Governo Territorial do Amapá, uma autorização para expansão da Vila Amazonas, constituindo agora de 332 para 472 lotes de moradias. (ver Diário Oficial do Amapá, de 15/07/1983). 

1996 – A empresa Nortran, de Santana, compra um avião do Governo do Estado do Amapá em leilão realizado no Palácio do Setentrião. 

2001 – Em sessão na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Randolfe Rodrigues (PT) denuncia que o relatório da Universidade Federal do Pará (UFPA) aponta que “das 100 pessoas pesquisadas em Santana (no bairro Elesbão), algumas já apresentavam lesões na pele, tendo até relatos de mortes relacionadas à contaminação por arsênio, como aborto e câncer. Pelo menos 44 pessoas relataram mortes na família: 37 casos de aborto e 25 de câncer”.
De acordo com o relatório – que estava assinado pela diretora do Departamento de Química da UFPA, Simone Pereira – 98% dessas pessoas apresentavam índices de contaminação acima do estabelecido pela OMS (Organização Mundial da Saúde). 

2012 – A Prefeitura Municipal de Santana entrega mais 06 novas casas populares no Loteamento Vale das Bênçãos, situado no distrito rural do Delta do Matapí-mirim. Com essas, agora somam 41 unidades habitacionais já entregues pelo Poder Municipal de Santana desde setembro de 2010. Cada casa popular que foi entregue custou cerca de R$ 25 mil, havendo na parte interna: 02 quartos, 01 sala de entrada, 01 cozinha, 01 conjunto sanitário e área de serviço.

sábado, 11 de julho de 2015

11 de Julho (na História de Santana)


Barco "Diamante Negro" naufragou quando retornava para o município de Santana (AP) na manhã do dia 11/07/2011, resultando na morte de 05 pessoas e 01 desaparecido.


1957 – Em visita ao Amapá, uma caravana composta de 06 professores do Colégio Dom Pedro II (Rio de Janeiro), sob a presidência do Professor Clóvis do Rêgo Monteiro (diretor da instituição), conhecem as instalações portuárias da ICOMI, em Santana. 

1965 – Com a ausência do Padre Ângelo Biraghi (gozando férias na Itália), os padres Mário Dehó e Vicente Fumarola ficam responsáveis na cura espiritual dessa Paróquia em Santana. 

1970 – Fundado na Vila Maia, o “Clube Bandi”, uma associação esportiva e recreativa, sob a iniciativa de secundaristas do Ginásio de Santana (atual Escola Augusto Antunes), tendo seu Estatuto aprovado no mesmo dia de sua fundação. 1ª presidente é Magdalena Sabo Fontany. 

1989 – Um fato digno de um filme de terror vira manchete: um garoto de 12 anos, chamado Gerson da Silva Corrêa, é enterrado vivo após ser barbaramente torturado. O fatídico ocorre no município de Santana e os autores são desvendados semanas depois pelo Delegado Lúcio Tadeu que também descobriu os reais motivos dessa tentativa de assassinato: o ódio que um traficante de maconha sentia pelos pais do garoto. 

2000 – Realizado o I Festival do Movimento HIP-HOP de Santana, na quadra da Escola Municipal Amazonas, organizada pela Assessoria para Juventude da Prefeitura de Santana. 

2003 – O Departamento de Saneamento e Desenvolvimento (Desdu) da Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf) começa a estudar as viabilidades turísticas do distrito do Igarapé da Fortaleza, em Santana. 

2005 – A Usina de Asfalto da Prefeitura de Santana, com capacidade de produzir 80 toneladas do produto asfáltico por dia, retoma suas atividades operacionais. A Usina estava parada devido a falta de reparos e o sucateamento de algumas peças. 

2011 – O barco ribeirinho “Diamante Negro” naufraga nas proximidades da localidade de Pau Cavado, quando retornava para o município de Santana (AP). Pelo menos cinco (05) pessoas morrem no naufrágio e 32 pessoas sobrevivem.
Morreram no naufrágio: Maria de Belém Souza Martins (35 anos), Darlene dos Santos Dantas (11 anos), Laíz dos Santos Dantas (06 anos), Catiane Santos Barbosa (16 anos) e Yasmim Gama Da Silva (11 anos). 

2014 – Um grupo formado por mais de 40 trabalhadores que prestam serviço à empresa mineradora Zamin Ferrous, na área de fiscalização comunitária da ferrovia, bloqueiam os trilhos da estrada de ferro, na altura do bairro Jardim de Deus, em Santana, por onde o minério extraído do município de Pedra Branca é escoado.
Os manifestantes usaram pneus para bloquear a ferrovia. Foi necessária a intervenção do Corpo de Bombeiros para apagar as labaredas dos pneus em chamas. O ato foi provocado pelo atraso no pagamento dos salários dos trabalhadores. Este é o segundo ato dos prestadores de serviço em menos de 30 dias.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

10 de Julho (na História de Santana)


Robert Amen, presidente mundial da International Paper, esteve em Santana em 10/07/2003.


1958 – Em cerimônia realizada no Clube de Engenharia (RJ), ocorre a posse da nova diretoria do Sindicato Nacional da Indústria do Ferro e Metais Básicos, agora sob a presidência do Engenheiro Augusto Trajano Antunes (diretor-presidente da ICOMI). 

1966 – O prefeito de Macapá Alfredo Oliveira recebe do Dr.º Oswaldo de Freitas, representante do Centro de Estudos e Recursos Audiovisuais (SP), o material didático a ser instalado no futuro Ginásio de Santana (Atual Escola Estadual Augusto Antunes), constando em livros e equipamentos para as salas de Ciências, Química, Física e Biologia, tudo orçado em quase Cr$ 10 milhões de cruzeiros. 

1979 – Aprovado o Estatuto do “Cine Clube da Vila Amazonas”, contendo 18 artigos. 1987 – O Sr.º Edinardo Maria Rodrigues é empossado na presidência do Conselho Diretor do Rotary Clube de Santana. 

1998 – O Capitão de Corveta Sérgio Ricardo Segóvia assume a Delegacia da Capitânia dos Portos, em solenidade realizada no município de Santana. 

2000 – O Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) se reúne para discutir as primeiras propostas apresentadas com relação ao destino que seria dado às 31 toneladas de minério de manganês contaminado por arsênio que encontrava-se armazenado no pátio da Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI), em Santana. 

2003 – Os senhores Rob Amen (vice-presidente executivo Sênior da International Paper nos Estados Unidos) e Richard Phillips (vice-presidente de Tecnologia e Meio Ambiente dessa companhia estrangeira), acompanhados pelo diretor-executivo dessa empresa no Brasil, Dr. Odair Garcia, visitam a fábrica de cavacos e o Porto de Santana, onde depois assistem a uma apresentação da empresa no auditório da Companhia Docas de Santana (CDSA).