Possuindo um incomensurável acervo de informações históricas, passando de 11 mil assuntos (entre eles, mais de 300 dados biográficos de pioneiros santanenses e mais de 500 fotos históricas que registram o crescimento demográfico e social da cidade portuária do Amapá).



terça-feira, 30 de junho de 2015

30 de Junho (na História de Santana)


O médico e ex-vereador santanense Judas Tadeu Medeiros se lança candidato à prefeito de Santana em 30/06/1996.



1964 – Padre Ângelo Biraghi (1925-1986) inicia a primeira reforma de ampliação da Capela de Nossa Senhora de Fátima e Sant’Anna (na Vila Dr. Maia). 

1970 – Em visita ao Amapá, o Cônsul dos Estados Unidos em Belém (PA), Sr° John Porter Steinwetz, acompanhado do secretário da Embaixada americana, Sr° William Graham Welker, visitam a vila de Santana, onde conhecem as instalações da BRUMASA e da ICOMI. 

1989 – Empossado o novo Conselho Diretor do Rotary Clube de Santana e Damas da Casa da Amizade. O novo presidente é Ivan Farias de Oliveira. 

1993 – Fundado na Escola Estadual Anníbal Barcellos, o Grêmio Literário e Cívico “Anníbal Barcellos”, com a presença de 65 estudantes lotados na mesma instituição. Seu estatuto possui 36 artigos. 

1996 – O médico Judas Tadeu de Almeida Medeiros é lançado candidato à Prefeitura de Santana, após convenção partidária do PSDB. 

1998 – A Câmara de Vereadores de Santana promove no auditório do Fórum do município uma sessão solene para entrega de títulos de “Cidadão Santanense” a 30 personalidades do Amapá. 

1999 – Inauguração da Central de Mandados Judiciais, funcionando na área interna do Fórum da Comarca de Santana. 

2000 – Técnicos da empresa Amapá Celulose e Papel Ltda. (Amcel) plantam 900 mudas ornamentais (fícus, margarinha, mini-exória e duranta) no canteiro de obras da nova Praça Cívica de Santana. 

2003 – A empresa Paraense de Telecomunicações (EPTEL) inicia as obras de construção da nova sede da Câmara de Vereadores de Santana, situada no cruzamento da Rua Ubaldo Figueira com a Avenida José de Anchieta, centro da cidade. 

2006 – Iniciada as obras de construção e adaptação de 25 boxes de concreto armado para a comercialização de produtos agrícolas, situado ao lado do Mercado Municipal de Santana. Os serviços são de responsabilidade da Construtora Palmerim Ltda. 

2007 – É concluída as obras de revitalização urbana da Rua Ubaldo Figueira, na qual foram construídos calçamento, meio-fio, ciclo-faixa, sinalização, jardinagem e drenagem fluvial da rua. As obras revitalização iniciaram no dia 1º de abril corrente. 

2008 – Apenas nos seis (06) primeiros meses deste ano, o Conselho Tutelar de Santana já havia contabilizado 910 ocorrências. Os principais casos estavam relacionados a solicitações de serviços educacionais: matrícula escolar e desvio de conduta de alunos em sala de aula.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

29 de Junho (na História de Santana)



Representando o Amapá, Maria Natividade foi escolhida pelo Independente Esporte Clube, em 1974.



1958 – Prosseguindo com a rodada do “Torneio da Saudade”, no Estádio Glicério Marques, o Santana Esporte Clube e Amapá Clube terminam em 0 x 0. Na arbitragem: Francisco Sales (juiz), auxiliado por Fernando Franco e Carlos Brito. 

1969 – Iniciando a 8ª rodada do Campeonato Amapaense de Futebol, no Estádio Augusto Antunes (Santana), o “Canário” derrota o Independente Esporte Clube por 3 x 1. Na arbitragem estavam: Expedito Ferro (juiz), auxiliado por Valdir Sena e Flávio Teixeira. 

1974 – A diretoria do Independente Esporte Clube (IEC) homenageia a sua representante Natividade Pombo, eleita então “Miss Amapá-74”, com a realização de um coquetel em sua sede social, na Vila Maia. Na ocasião, a jovem Natividade Pombo receberia das mãos da Srª Vanísia Bernardo uma bonita corbelha (buquê) de flores como símbolo de agradecimento por representar a instituição esportiva. 

1999 – Em Brasília (DF), o Senado Federal aprova o Decreto Legislativo n. 049 desta data, que outorga concessão à empresa “Beija-Flor de Radiodifusão Ltda”, para explorar o serviço de radiodifusão sonora em ondas médias na cidade de Santana, no Estado do Amapá. (Diário Oficial do Amapá, de 30/06/1999). 

2001 – O diretor da Escola Estadual Anníbal Barcellos, professor Aroldo Vasconcellos, envia o Ofício n.° 0142/01 à Secretaria de Estado da Educação (Seed), onde descreve sobre sua opinião em mudar o nome daquela escola para “Escola Millenium”.
O motivo da mudança do nome do educandário trata-se de haver um Decreto Federal que proíbe dar nome de pessoas vivas à bens públicos e logradouros. 

2003 – A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) registra o furto de quase 500m de cabos elétricos de alta tensão que atendiam ao Ramal do distrito do Delta do Rio Matapí. Segundo a CEA, foram dois furtos em menos de um dia, causando a falta de energia por mais de 10 horas, ficando prejudicada em torno de 2.400 famílias. 

2006 – Lançamento da 2ª edição da Revista do Plano Diretor Participativo de Santana (PDP-STN), de iniciativa da Prefeitura de Santana. A revista tem como enfoque principal a Leitura da Cidade, onde busca identificar e entender os conflitos e problemas do município, tanto na área urbana, como na área rural, visando soluções concretas, simples e viáveis. 

2007 – A Prefeitura de Santana inaugura a nova rampa de acesso dos catraieiros da área portuária, beneficiando 35 catraieiros da região e mais de 4 mil moradores da Ilha de Santana. A nova rampa (em madeira) possui 25m de comprimento, 3m de largura e um corrimão central, ficando sua manutenção sob responsabilidade da Associação dos Catraieiros de Santana. 

2008 – Lançada a candidatura de Rosemiro Rocha (PTB) à Prefeitura de Santana. 

2009 – Mais de 200 moradores invadem uma área no bairro Nova União, onde ali seriam construídos um centro de lazer e uma creche pela Prefeitura de Santana para atender a população. Como o local estava abandonado há anos, os invasores se mantiveram no espaço até o dia 02 de julho corrente, quando foram retirados por determinação judicial da Prefeitura, que retomou com a construção de uma creche no local. 

2010 (I) – O Hospital Estadual de Santana ganha 90 novos leitos, adquiridos pelo Governo do Amapá. A aquisição dos novos leitos foi através de uma emenda parlamentar do deputado federal Bala Rocha, no valor de R$ 800 mil. 

2010 (II) – A comunidade católica de Santana começa a realizar uma campanha para evitar a retirada do padre Premoli Polidindi, da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santana. Os fiéis alegam que “um grupo político” vinha tentando tomar decisões pela instituição, sem o consentimento do povo religioso local, desrespeitando a opinião daqueles que realizam um bom trabalho social, dando como exemplo o Padre Premoli.

domingo, 28 de junho de 2015

28 de Junho (na História de Santana)



Prefeitura de Santana anuncia construção de 84 casas populares, em 2011 (foto de moradia popular).



1697 – O governador do Grão-Pará, Antônio Albuquerque Coelho de Carvalho, defende as forças brasileiras durante a invasão de franceses sob o Forte de Cumaú que tentavam dominar a referida fortificação. O governador do Grão-Pará reclamou da posse definitiva de uma fortificação existente nas proximidades da Ilha de Santana. 

1959 – Esteve em visita ao Território do Amapá, o Sr°. Antônio Gillet, alto funcionário da Petrobrás e ex-chefe do gabinete governamental do Amapá na Capital Federal, que veio acompanhado do Dr.° Alberto Saad, advogado que também emprega suas atividades nessa estatal de petróleo; ambos aproveitaram a estadia no Amapá para conhecerem as instalações do Porto da ICOMI em Santana. 

1964 – O Santana Esporte Clube vence o time do Juventus por 2 x 1, tornando-se campeão da 2ª Rodada Amapaense. 

1994 – Aprovada a Resolução n.° 016/94 que especializa a 3ª Vara Criminal da Comarca de Santana em Vara da Infância e Juventude. 

1995 – Após a emissão do Alvará de construção n° 381/95-PMS, a empresa Constrol Engenharia inicia as obras de construção do futuro Centro de Saúde Pediátrico “Padre Luiz Monza”, no bairro Fonte Nova. A obra é de responsabilidade técnica do Sr.° Genésio Ribeiro. 

2004 – A Secretaria Municipal de Saúde de Santana implanta no município o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), visando prestar assistência aos pacientes portadores de transtornos mentais e usuários de drogas. Esses tipos de pacientes, que antes eram atendidos em Macapá, agora podiam ser atendidos em Santana, contando com diversos profissionais, como: médicos, psicólogos, clínico geral, pediatra, assistentes sociais, e oficineiros. 

2009 – A Companhia Docas de Santana (CDSA), visando integrar com maior consistência as empresas mineradoras que operam em seu cais, convida o Engenheiro Pedro Paulo, Gerente de Operações da Ecometals Ltda, que faz uma apresentação sobre o embarque de manganês que ocorreu no período de 17 a 28 de junho corrente, onde explicou sobre o início da operação até sua conclusão, assim como os parâmetros para tal operação, levando em consideração a segurança para a equipe de recursos humanos e a preocupação em evitar danos ambientais. Toda a operação de embarque foi acompanhada pela Polícia Ambiental, técnicos do DNPM, Polícia Federal, Capitânia dos Portos e Receita Federal. 

2011 – Durante um seminário de Integração do Projeto de Trabalho Técnico e Social (PTTS) em Santana, o prefeito Antônio Nogueira anuncia a construção de 84 unidades habitacionais a serem erguidas no Ramal do Matapí, Ramal do Delta do Matapí e bairro Nova União, como forma de garantir moradia para famílias de baixa renda. 

2012 – Técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) fazem uma visita de inspeção à Ilha de Santana, com o objetivo de conhecerem de perto as condições físicas das escolas existentes naquela comunidade, principalmente a Escola-Bosque, que se encontra abandonada há quase uma década. A equipe visitou as escolas Osvaldina Ferreira, Levindo Alves e Nossa Senhora de Nazaré. Ao final da visita, os técnicos preparam um relatório contendo reivindicações dos moradores e sendo entregue ao governador Camilo Capiberibe.

sábado, 27 de junho de 2015

27 de Junho (na História de Santana)



Grupo de Escoteiros santanenses "João Gualberto da Silva", fundado em 27/06/1963.


1963 – Fundado na Vila Amazonas, o Grupo de Escoteiros “João Gualberto da Silva”. A idéia partiu do funcionário da ICOMI Hilkias Alves de Araújo, que já integrava, em Macapá, um dos grupos de escoteiros regionais ali existentes. O nome do grupo foi dado em homenagem póstuma a um saudoso escoteiro que de uma feita lhe salvou a vida. 

1991 – Fundada a Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal Afonso Arinos de Melo Franco (na área portuária de Santana). Seu primeiro presidente é Maria Regina Balieiro dos Santos. 

2008 (I) – Através da Lei Municipal n.° 814/08-PMS desta data, reconhece no âmbito do município de Santana, a atividade exercida por vendedores ambulantes, institui o Alvará Especial para o seu exercício, estabelece normas e critérios para sua concessão, suspensão e cassação, e dá outras providências. 

2008 (II) – Lançada a candidatura do deputado Federal Sebastião “Bala” Rocha (PDT) à Prefeitura de Santana, tendo o empresário Mário Fáscio como vice-prefeito na chapa. 

2009 (I) – Solenidade de reinauguração da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, nas proximidades da Vila Amazonas. 

2009 (II) – Depois de ficar quase uma década afastado dos campos de futebol, o Santana Esporte Clube retorna após reorganizar sua administração e eleger sua nova diretoria esportiva, colocando Gerson Fernandes (ex-presidente do Amapá Clube) na presidência da agremiação e o advogado Gerônimo Acácio na vice-presidência. O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sr. Amiraldo Favacho torna-se presidente do Conselho Deliberativo do “Canário”. 

2013 – A Polícia Técnico-científica do Amapá (Politec/AP) conclui o resultado dos exames de DNA que identificou a 4ª vítima da tragédia do desabamento do porto da mineradora Anglo American, ocorrido na madrugada do dia 28/03/2013. Os restos mortais eram do operário Pedro Coelho Ribeiro, irmão de Reginaldo Ribeiro, viúvo da vice-prefeita do município de Santana Roselina Matos, que havia falecida no dia 13 de fevereiro corrente. Ver 03.06.2013.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

26 de Junho (na História de Santana)



Ministro da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca da Presidência da República Altemir Gregolin, visita Santana em 26/06/2008.



1955 – Atracado no canteiro de obras do Porto da Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI), em Santana, o navio brasileiro lóide “Nicarágua”, contendo 2.867 toneladas de trilhos e cargas para ICOMI. 

1960 – Um grupo formado por 19 Oficiais da Escola Superior de Guerra (ESG) visita as instalações portuárias da ICOMI em Santana, onde almoçam no staff da mineradora, acompanhados por diretores da empresa. 

1964 – Ocorre no Cine Territorial, a solenidade diplomação do Curso de Aperfeiçoamento de profissionais de Macapá, promovido pelo Centro de Pesquisas Educacionais “Professor Queiroz Filho”. Da Escola da Vila Amazonas (Esvam), 05 educadoras fizeram o curso, entre elas, as professoras Ida Rossi e Maria Aparecida Arruda. 

1967 – A Prefeitura de Macapá institui uma Taxa de Abate de gado na vila portuária de Santana, estabelecendo alíquota de cobrança em 4% sobre o salário mínimo.
O prefeito de Macapá Augusto Fernando Porto considerou que devido ainda não haver matadouro próprio na vila portuária, a mão-de-obra para o abate ocorre por conta dos próprios marchantes, e tal decreto atende a uma solicitação justa dos marchantes dessa localidade. (ver Decreto Municipal 048/67-PMM) 

1970 – O Governador do Amapá General Ivanhoé Martins autoriza a construção de um Posto Rodoviário no km-13 da estrada Macapá-Santana. 

2006 – Inauguração do prédio do Superfácil de Santana. O local abriga 23 instituições estaduais e federais, com uma equipe de trabalho formada por 120 santanenses que depois de selecionados passaram por um treinamento que durou três meses. 

2007 – A Companhia Docas de Santana (CDSA) anuncia a implantação de um plano de expansão portuário, em virtude do aumento na movimentação de cargas em suas instalações. Até então, as Docas de Santana tinha capacidade para o armazenamento de 900 contêineres comerciais. O presidente da CDSA é o Engenheiro José Adeilton Leite. 

2008 (I) – Em visita ao Amapá, o ministro da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca (Seap) da Presidência da República Altemir Gregolin, reúne-se com lideranças estaduais e santanenses em visita às obras do Terminal Pesqueiro de Santana, onde também discute sobre políticas para o segmento pesqueiro no Amapá. 

2008 (II) – A Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Santana (AP) concede à transexual operada amapaense Verônica Oliveira de Moraes o direito de adotar uma criança de nove meses de vida. Verônica foi uma das primeiras transexuais a serem reconhecidas pela justiça brasileira como mulher, depois de ter se submetido à cirurgia de transgenitalização. O juiz auxiliar Luiz Nazareno Borges Hausseler foi o responsável pela sentença que, para chegar à tal decisão, declarou que a opção sexual de Verônica não comprometeu o desejo de ser mãe e cuidar da criança como se fosse sua filha. O pedido de adoção foi concedido provisoriamente em outubro de 2007, quando a criança lhe foi entregue com poucos dias de vida por uma amiga. 

2009 – Técnicos ligados ao Instituto de Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) visitam a Lixeira Pública de Santana, para discutir estratégias que possam sanar alguns problemas que colocam em risco a população santanense. Os técnicos elaboram um relatório dessa visita, que é diretamente entregue ao governador Waldez Góes, onde solicitam que os lixos retirados da cidade de Santana sejam depositados no aterro controlado da capital. Até então, Santana produzia cerca de 50 toneladas de lixo diariamente. 

2014 – O governador Camilo Capiberibe lança as obras de construção do Centro de Arte e Cultura do município de Santana, a ser erguido no centro da cidade. A obra é uma indicação da emenda parlamentar do deputado Bala Rocha e tem como financiadores o Governo Federal, por meio do Programa Calha Norte do Ministério da Defesa, e o Governo do Estado com R$ 1,1 milhões em contrapartida.
A obra será executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura ao valor total de R$ 2.793,950,32. O prazo de execução seria de oito meses. O Centro, que terá um auditório para 135 pessoas, oferecerá cursos artesanais, confecção de roupas e uniformes, técnico em eletricidade, primeiros socorros, mecânica, serigrafia, carpintaria, informática, saúde e segurança no trabalho. Terá também espaço para exposições, seminários, workshops, e reuniões.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

25 de Junho (na História de Santana)


Padre Ângelo Biraghi aparece usando óculos (lado esquerdo), ladeado por crianças que fizeram a 1ª Comunhão em Santana, em 1961.


1961 – Durante festividades religiosas a São Pedro e São Paulo, realizada na Paróquia de Sant’Anna (Vila Dr° Maia), o padre italiano Ângelo Biraghi (1925-1986) realiza a 1ª Comunhão de 42 crianças, entregando a fita da cruzada eucarística (para cada uma das crianças). 

1962 – Atendendo convite da diretoria da ICOMI, um grupo de altos funcionários do Ministério da Fazenda visita o parque industrial da Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI) em Santana. 

1982 – O Diário Oficial do Amapá, desta data, publica na íntegra o Estatuto do Clube de Diretores Lojistas de Santana (CDL-STN), contendo 67 artigos. 

1986 – Sob a responsabilidade da Firma Construtora Guaçu Ltda, é iniciada a primeira reforma e ampliação da Escola Municipal Anníbal Barcellos. A conclusão dos serviços é de 150 dias. 

1988 – Em assembleia realizada, é aprovada a “emenda” do Estatuto do Grupo Comunitário da Área Portuária de Santana (GCAPS). 

1993 – Realizado na sede social do Independente Esporte Clube, a posse da nova diretoria do Rotary Clube de Santana, sendo Lourival dos Santos Furtado como novo presidente de honra do clube para o biênio de 93-94, enquanto que sua esposa (Léia Martins Furtado) assume a Casa da Amizade de Santana. Lourival Furtado foi um dos fundadores do Rotary Santana em 1986. 

1999 – Convênio entre a Fundação Nacional de Saúde (FNS) e a Prefeitura de Santana garantiu que houvesse a borrifação sistemática no distrito santanense de Piaçacá (localizado 80km da sede municipal de Santana), que, segundo o agente distrital Luiz Alcântara, chegava a ser registrado cerca de 40 casos de malária no distrito. 

2006 – O navio-cargueiro “Anoranza” deixa o cais das Docas de Santana, levando mais de 40 mil toneladas de cavacos de eucalipto comprados da Amcel. O produto segue para o porto de Kocaeli Bay (Turquia). 

2007 – O titular da Promotoria de Justiça e Cidadania da comarca de Santana, Promotor Milton do Amaral Jr, profere no auditório da Casa Brasil, uma palestra com o tema “O Papel do MP no Fomento ao Controle Social”. A palestra faz parte da programação de evento denominado “Olho Vivo no Dinheiro Público”, promovido pela Controladoria Geral da União (CGU) no município de Santana, destinados a servidores que atuam nos setores de convênios, licitações e contratos, e ainda conselheiros municipais e lideranças comunitárias da cidade. 

2008 – A Vara da Infância e Juventude de Santana realiza a destruição de 432 CD’s e DVD’s piratas. O material havia sido apreendido em março/2008 por agentes da Polícia Civil de Santana, e estavam sendo comercializados por dois adolescentes (menores de idade). 

2009 – Inauguração do novo prédio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) em Santana. No local é instalado o primeiro Complexo de Atividades socioeducativas do Amapá. 

2012 – Após uma investigação que durou aproximadamente seis meses sobre a denúncia de um trio que estaria vendendo diplomas de nível superior no município de Santana, agentes da 2ª Delegacia de Polícia Civil sob o comando da delegada Luiza Maia cumprem três (03) mandados de prisão preventiva expedidos pela justiça contra os acusados: Francisco Renato Sales Ferreira, de 65 anos, a mulher dele, Suellen Pelaes Lopes, de 24, que foram presos na frente de um supermercado localizado no bairro dos Congós, Zona Sul de Macapá, quando tentavam aplicar mais um golpe. O terceiro integrante José Carlos de Silva Miranda, de 39 anos, foi preso no município de Santana, cidade onde funcionava a sede da antiga Escola Superior de Filosofia e Ciências Humanas do Amapá (ESFICHAP).

quarta-feira, 24 de junho de 2015

24 de Junho (na História de Santana)


Símbolos municipais de Santana foram escolhidos em concurso municipal realizado no dia 24/06/1989.


1964 – Através de Decreto Governamental, Francisco Corrêa Nobre é removido dos serviços dos Armazéns do Porto de Santana para a Divisão de Guarda. (Diário Oficial do Amapá, de 10/08/1964, edição 11) 

1982 – O Bispo de Macapá Dom José Maritano inaugura a remodelação completa da Igreja São João Apóstolo (na Vila Dr. Maia), realizada pelo pároco-padre Fernando Sguazza, sob a orientação técnica do padre-engenheiro Fúlvio Giulliano. 

1985 – Iniciada as obras de construção de uma igreja dedicada ao Sagrado Coração de Maria, no bairro dos Remédios. 

1989 – A Prefeitura de Santana, através da Secretaria Municipal de Educação, realiza o concurso público para a criação dos símbolos municipais da cidade. Disputaram no concurso: 05 Hinos, 43 Bandeiras, e 45 Escudos, onde um apenas viria a representar cada categoria. A Mesa Julgadora estava formada por professores, magistrados e historiadores de Macapá. 

1991 – Sancionada cinco leis municipais em Santana: (1) a Lei Municipal n.º 060/91-PMS estabelece normas pelas quais as associações e fundações são declaradas de utilidade pública no município de Santana; (2) aprovada a Lei Municipal n.º 062/91-PMS sobre a criação de cestas básicas no município de Santana; (3) a Lei Municipal n.º 063/91-PMS declara de utilidade pública no município de Santana, a Associação de Moradores do Bairro Jardim Paraíso; (4) a Lei Municipal n.º 064/91-PMS autoriza o Poder Executivo a construir um marco indicativo no local onde a Linha do Equador passa no município de Santana; e, (5) a Lei n.º 065/91-PMS dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Saúde de Santana. 

1994 – Inauguração do Cartório Eleitoral da 6ª Zona de Santana, contando com a presença do ministro Cid Flaquer Scartezzini (corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral-TSE) que estava em visita institucional pelo Amapá. O 1° Juiz Eleitoral de Santana foi Antônio Ernesto Collares. 

1999 – A Coordenadoria Municipal de Transportes e Trânsito da Prefeitura de Santana aprova o aumento da tarifa urbana de R$ 0,85 para R$ 1,00, sendo que o valor foi enviado para o prefeito Judas Tadeu apreciar e depois sancionar. Os usuários dos coletivos urbanos de Santana passariam a pagar pelo novo valor nas passagens dos ônibus a partir do dia 1°/07/99. 

Rádio "Onda Livre FM" de Santana
2002 – A Prefeitura de Santana recebe, do Governo Federal, três (03) veículos e equipamentos para o Projeto “Santana Limpa”, do Ministério do Meio Ambiente. São entregues: um caminhão basculante, um carro compactador de lixo, e um poliguindaste, além de equipamentos como dois (02) contêineres para latas e balanças, tudo orçado no valor de R$ 811 mil. 

2004 – A Prefeitura de Santana inaugura a Escola Municipal de Ensino Básico Raimundo Baía, no distrito rural de Anauerapucu, homenageando um saudoso professor santanense. 

2008 – Em visita ao Amapá, o presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Paulo Wanderley Teixeira conhece três (03) academias de judô, entre elas, o Clube de Judô “Ronildo Nobre”, em Santana, onde apresenta um vídeo institucional da CBJ. 

2009 – Começa a operar, de forma experimental, a emissora de rádio comunitária “Onda Livre FM”, na faixa 105.9. A emissora surgiu por iniciativa de um grupo de jovens dos bairros Central e Paraíso. O alcance modular da rádio abrange somente a área urbana de Santana e distritos mais próximos como Fazendinha, Coração e Conjunto Cabralzinho. Um dos grandes radialistas presentes nessa rádio é o jornalista José Cunha Lopes.

terça-feira, 23 de junho de 2015

23 de Junho (na História de Santana)


A 1ª comissão da Marinha Brasileira que faria o levantamento do balizamento do Canal Norte do Rio Amazonas chegaria ao Amapá em 23/06/1952.


1950 – Rio de Janeiro (RJ). O Presidente da república Getúlio Vargas encaminha ao Congresso Nacional a Mensagem n.º 243, onde solicita do legislativo federal autorização que garanta do tesouro Nacional o empréstimo de US$ 35 milhões a ser contraído pela ICOMI com o International Bank for Reconstrution and Devellopment (instituição bancária norte-americana), com o objetivo de financiar o aproveitamento das jazidas de minério de manganês no Território Federal do Amapá. 

1952 – Atraca em frente da cidade de Macapá, o Navio Hidrográfico (NHI) “Rio Branco”, trazendo a primeira comissão marítima, comandada pelo Tenente Capitão Maximiano de Silva Fonseca, que iniciaria os chamados trabalhos de campo para o levantamento do balizamento do Canal Norte do Rio Amazonas. 

1962 – Iniciado o 1° Arraial solene da Paróquia de Santana, em devoção à São Pedro e São João. O evento começa com o levantamento do mastro na área interna do canteiro de obras da futura Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (próximo a Vila Amazonas), na qual teve o patrocínio da diretoria do Independente Esporte Clube. A programação, que se estendeu até 1° de julho de 1962, teve duas partes: a religiosa e a profana. 

1968 – Uma comitiva composta de 16 Oficiais da Escola Superior de Guerra, sob o comando do General Humberto de Souza Melo, visita a Bruynzeel Madeiras S/A (BRUMASA) e as instalações da Indústria e Comércio de Minérios Ltda. (ICOMI) em Santana. 

1972 – O Padre Fúlvio Giulliano é oficialmente empossado Coadjutor da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (nas proximidades da Vila Amazonas). 

1988 – Em visita ao Amapá, o General do Exército Mário Orlando Sampaio, conhece as instalações portuárias da ICOMI em Santana, acompanhado do governador do Amapá Jorge Nova da Costa. O General Sampaio havia recentemente assumido o Comando Militar da Amazônia. 

1995 – A Lei Municipal n.º 0241 desta data, dispõe sobre a previdência social dos servidores públicos municipais de Santana, criando o Fundo de Previdência do município (Sanprev). 

1997 – Prefeitura de Santana, através da Secretaria Municipal de Educação, inaugura a 1ª Turma de supletivo da Escola Municipal Padre Fúlvio, contendo 75 alunos. A instalação do supletivo partiu de uma reivindicação dos moradores do bairro Fonte Nova, onde a referida escola está localizada. 

2006 – Ocorre na quadra da Escola Estadual Augusto Antunes, a entrega de cheques para 88 microempreendedores do município de Santana, como parte do Programa Estadual “Amapá Empreendedor”, totalizando a liberação de R$ 94,2 mil.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

22 de Junho (na História de Santana)


Atual Escola Estadual Joanira Del Castillo, criada em 1980 pelo governador Comandante Anníbal Barcellos.


1980 – O Governador do Amapá Comandante Anníbal Barcellos sanciona o Decreto n.º 319/80 nesta data, criando a Escola Professora Joanira Del Castillo, situada no bairro Nova Brasília. O nome da patrona da instituição homenageia uma importante educadora da época, que foi covardemente assassinada pelo próprio marido em 1976, num crime que repercutiu em todo o Amapá. 

2002 – A Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp) firma um convênio no valor de R$ 15 mil, com a associação juvenil “Pé de Moleque”, em localizada no município de Santana, com objetivo de incentivar os jovens às práticas desportivas e ao aprendizado. 

2004 – Inauguração da Praça Municipal “Manoel Videira do Nascimento”, na Vila Amazonas, homenageando um pioneiro de Santana. A praça possui play-ground, coreto, estacionamento e quiosques para a venda de comidas típicas. 

2007 – Lançamento do Projeto Municipal “Conviver”, que integra idosos do município de Santana em situação de vulnerabilidade social, visando promover a participação desses idosos em atividades de lazer, socioculturais, assistência médica, psicológica e alimentar. O projeto é desenvolvido pela Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social de Santana. 

2009 – O Governo do Amapá assina convênio para a construção de um centro de convenções no distrito do Igarapé da Fortaleza, no valor de R$ 180 mil. O centro terá como objetivo atender a comunidade do distrito, proporcionando um espaço adequado para comemoração de casamentos, cursos e como base de encontros evangelísticos. 

2010 – A Secretaria de Estado de Transporte (Setrap) realiza uma audiência pública para apresentação, discussão e adequação do projeto básico para elaboração do edital de licitação da concessão de serviços públicos de transporte coletivo intermunicipal de passageiros, entre os municípios de Macapá e Santana. A proposta foi aumentar de dois (02) para oito (08) o número de linhas que cobrem o perímetro em questão.
O evento acontece no auditório do SENAI, e contou com as presenças do secretário Estadual de Transportes, Rodolfo Torres, de técnicos da Setrap e representantes da Prefeitura de Santana, câmaras de vereadores de Macapá e de Santana, Empresa Municipal de Transportes Urbanos (EMTU), sindicatos relacionados ao segmento e Batalhão de Trânsito do Amapá. Somente o Ministério Público Estadual que não enviou representante. 

2012 (I) – O Governo do Amapá, juntamente com a Prefeitura de Santana, entregam a nova Avenida Maria Colares totalmente pavimentada. Foram investidos R$ 500 mil no asfaltamento de 3km dessa Avenida e da Rua Pastor Souzinha. As vias interligam o bairro Central da cidade à rodovia JK e à Vila Amazonas.
Além do recapeamento, as ruas foram sinalizadas. Na mesma ocasião, o Governo do Amapá também entregou um veículo modelo pick-up, Nissan Frontier 4x4, cor branco, ano 2012/2013, para uso da Superintendência de Trânsito da cidade (STRANS). O veículo custou R$ 100 mil ao Governo do Amapá. A doação do veículo foi efetuada por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). 

2012 (II) – A juíza da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santana Ana Lúcia de Albuquerque Bezerra, se reúne com os representantes dos grupos juninos de Santana, além do Conselho Tutelar, para discutir alguns assuntos referentes à Portaria 003/2004, que disciplina os espetáculos públicos em que haja a participação de crianças e adolescentes, e também dispor sobre o caráter desses eventos, incluindo a quadra junina e demais festas folclóricas.

domingo, 21 de junho de 2015

21 de Junho (na História de Santana)



Time carioca (Fluminense) esteve no Amapá em 1959, e participou de três amistosos com times locais.


1950 – Um grupo de acionistas da Companhia Associada de Empresas de Mineração (CAEMI) compra Cr$ 9,18 milhões de cruzeiros de novas ações da mineradora ICOMI (Indústria e Comércio de Minérios Ltda), enquanto que o engenheiro Augusto Trajano Antunes, pessoalmente, compra outros Cr$ 8,82 milhões de cruzeiros de ações que, somadas às ações que Antunes já detinha, o tornam o acionista majoritário da ICOMI. 

1957 – Em telegrama enviado ao Presidente da República Juscelino Kubsticheck, o deputado federal pelo Amapá Coaracy Nunes, comunica sobre os trabalhos de balizamento do Canal Norte do Rio Amazonas, que permitirá o acesso de navios de até 35 mil toneladas e que estarão concluídos até o mês de agosto vindouro. 

1959 – Em clássico do futebol amapaense, no Estádio Municipal de Macapá, o Santana Esporte Clube (SEC) enfrenta o time oficial do Fluminense (RJ), mas perde por 4 x 1. Com lotação esgotada, o jogo teve a arbitragem de Francisco Lima.
Jogavam pelo Fluminense: Castilho; Jair Marinho e Pinheiro; Edmilson, Clóvis e Altair; Maurinho, Telê, Valdo, Jair Francisco e Romeu.
Pelo Santana Clube: Vasconcelos; Aristeu II e Varela; Joãozinho, Maranhão e Olivar; Lacerda, Wlademir, Toinho, Zeca Santos e Vavá (Bandeira). 

1962 – De acordo com Bispo de Macapá Dom Aristides Piróvano, a Prelazia de Macapá vem mantendo nos limites da vila portuária de Santana: um Oratório, uma escola primária, e aulas educacionais para crianças entre 03 a 06 anos de idade. 

1990 – Através do Decreto Municipal n.º 265/90-PMS desta data, cria uma Escola de 1º Grau na localidade de Santa Rita, região rural do Alto Pirativa. 

1991 – A Lei Municipal n. 061/91-PMS desta data cria o Fundo Municipal de Saúde de Santana. 

1993 – O prefeito de Santana Geovani Borges autoriza o aumento na tarifa do transporte público urbano em 20%, passando de Cr$ 8 cruzeiros para Cr$ 10, sendo este o 3° aumento verificado o setor somente em 1993. 

1996 – Inauguração do prédio (definitivo) do Fórum da Comarca de Santana e nomeado o Sr. Décio dos Santos Rufino como diretor desse órgão. 

2001 – Brasília (DF). Em pronunciamento na Câmara Federal, o deputado federal Badú Picanço apresenta o requerimento n.° 053/01, onde requer a constituição de uma subcomissão especial para investigar, analisar, discutir, fazer visitas “in loco” e denunciar os danos ambientais causados pela empresa ICOMI no município de Santana (AP). 

2006 – Ocorre no Ginásio Poliesportivo de Santana, a formatura de 1.400 alunos da rede de ensino que concluíram o PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência). O curso teve duração de 17 semanas, sob a coordenação do Tenente-coronel Ferreira, do Gabinete Civil do Ministério Público do Amapá. 

2011 (I) – O Governo do Amapá assina um convenio com a Casa da Hospitalidade, em Santana, se comprometendo a repassar R$ 580 mil em quatro parcelas como forma de manter o Projeto “Aconchego” que é desenvolvido pela referida entidade assistencial, que mantem em seu quadro 65 profissionais de diversas áreas e voluntários que trabalham com atendimentos médicos, assistencial, serviços de proteção básica e social.
O valor, que seria repassado pela Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), também atenderia os 123 abrigados, que chegam encaminhados pela Vara da Infância e Conselhos Tutelares. 

2011 (II) – O governador Camilo Capiberibe, participa na Escola Estadual Everaldo Vasconcelos, da 13° escuta pública do Plano Plurianual Participativo (PPA). Por meio de plenária, a caravana popular, composta por secretários de Estado, identificou demandas da cidade e de comunidades que compõem o município.
Entre as reivindicações dos moradores da cidade estão políticas para a geração de emprego; melhoria da segurança pública; construção de uma Escola Técnica na cidade; criação do Banco da Mulher; valorização da mão de obra local; capacitação técnica para os ribeirinhos; isenção de impostos para empresas se instalarem no município e criar uma representação do governo em Santana; reforma do Posto de Saúde do bairro Nova Brasília; melhoria de iluminação pública e ações no setor ambiental.

sábado, 20 de junho de 2015

20 de Junho (na História de Santana)



Ministro dos Esportes Agnelo Queiroz esteve no município de Santana (AP) em 20/06/2005, lançamento o programa "Segundo Tempo".



1955 – Um grupo composto de 18 alunos da Escola Superior de Guerra (ESG) visita o canteiro de obras da mineradora ICOMI no Território do Amapá, conhecendo as obras do cais de minérios em Santana, e assistindo uma palestra proferida pelo engenheiro Augusto Trajano Antunes, que explanou sobre as atividades da empresa no Amapá. 

1957 – Deixa o porto de minérios da ICOMI em Santana, o cargueiro Menits, carregando 370 mil toneladas de minérios de manganês com a base de 49% do referido teor (manganês puro), significando, em divisas, mais de US$ 19 milhões de dólares. Esse seria o 38° cargueiro a deixar o Amapá, carregado de manganês para o exterior. 

1969 – Em visita ao Território do Amapá, uma comitiva de 70 Oficiais da Escola de Guerra Naval, comandada pelo Almirante Jurandyr C. Muller de Campos (diretor da referida escola da Marinha de Guerra), conhecem as instalações industriais da BRUMASA e da ICOMI, ambas situadas em Santana. 

1993 – O Departamento de Assistência às Unidades de Saúde da Prefeitura de Santana divulga as atividades dos quatro (04) centros de saúde da área urbana e de 06 da zona rural, realizadas no 1° semestre daquele ano. Foram feitos 1.194 atendimentos de consulta, 979 curativos, 780 exames de tipagem sanguínea, 501 injeções aplicadas, 599 vacinas diversas, 40 visitas domiciliares, 07 preparações de laminas no combate à malária. 

1996 – Surgem as primeiras notícias de tentativa de sequestro infantil que logo assustam a população santanense quando o menor M.S.C., 11 anos, é misteriosamente sequestrado no bairro Elesbão, sem deixar pistas. 

1997 – Engenheiros de duas Secretarias Estaduais (Setrap e Seinf) vistoriam a construção de uma ponte paralela à já existente no distrito de Igarapé da Fortaleza, que irá servir para o trânsito de veículos se manter normal durante a demolição da antiga ponte (de madeira) e na construção de uma nova ponte, agora de concreto armado. 

2001 – A Lei Municipal n° 498/01-PMS desta data, transforma as áreas de ressacas, que se encontram localizadas dentro do perímetro urbano de Santana, em patrimônio ambiental do município. 

2005 – Em visita ao Estado do Amapá, o ministro dos Esportes Agnelo Queiroz, implanta o Programa Federal “Segundo Tempo” nas escolas do município de Santana. 

2007 – Ocorre no auditório da Casa Brasil de Santana, o I Seminário de Preservação do Patrimônio Cultural, promovido pela Prefeitura de Santana, onde discutem os problemas que afetam a política de preservação cultural do segundo maior município do Amapá. O evento conta com a presença de universitários, produtores culturais, profissionais da área de turismo e outros relacionados à cultura local. 

2008 (I) – Cerimônia de entrega do prédio próprio do Instituto de Previdência do município de Santana (Sanprev). O órgão já funcionava anteriormente no mesmo local, mas em regime de aluguel, e agora havia sido adquirido sob compra imobiliária. O prédio tem 10 dependências para 28 funcionários lotados, estando 90% informatizado. 

2008 (II) – Brasília (DF). Através de emenda empenhada pela Deputada Federal Janete Capiberibe (PSB), o Ministério das Cidades e Tecnologia libera R$ 292,5 mil para a implantação de centros de inclusão social no município de Santana (AP). 

2009 – A judoca santanense Jéssica Azevedo (do Clube de Judô “Ronildo Nobre”) conquista a medalha de bronze no Campeonato Brasileiro Sub-15, realizado em São Luís (MA). 

2012 – Por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP), o município de Santana fica com 13 vagas de vereadores para sua Câmara Municipal a partir das eleições deste ano (2012). Segundo o relator do processo, juiz Ernesto Colares, a decisão atende um pedido da própria Casa de Leis do Legislativo santanense.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

19 de Junho (na História de Santana)



Agência do Banco Itaú em Santana sofre atentado de vandalismo na madrugada do dia 19/06/2011.


1988 – Aprovado o Estatuto da Associação de Moradores do bairro Central do distrito de Santana, contendo 35 artigos. 

1998 – O diretor da Coordenadoria de Transportes e Trânsito da Prefeitura de Santana, Arthur Sotão, confirma a compra de novos ônibus pelas empresas “Cidade de Santana” e “São Judas Tadeu”, na qual entrariam em circulação urbana no prazo de dois meses. Cada empresa de ônibus colocaria quatro (04) coletivos para circular na cidade entre os anos de 1998 e 2004. 

2009 – O Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Santana realiza a VI Conferência Municipal, trazendo como tema “Consolidando Diretrizes da Política e do Plano Decenal”, tendo como foco as entidades que compõem a rede de proteção às crianças e as adolescentes como escolas, instituições religiosas e defensorias, Ministérios Públicos, Vara da Infância e delegacias especializadas. O evento acontece na Igreja Assembleia de Deus “Esconderijo do Altíssimo”. 

2010 – Inauguração do novo prédio da Escola Municipal de Educação Básica “Igarapé do Lago”, no distrito santanense de mesmo nome. A nova escola possui três salas de aula, um refeitório, espaço para recreação e bloco administrativo, atendendo cerca de 300 crianças. 

2011 – Por volta das 23hs, dois elementos usam explosivos para estourar os caixas eletrônicos de uma agência bancária do Banco Itaú, em Santana. De acordo com policiais do 4º Batalhão da PM de Santana, parte da agência ficaria destruída. Segundo testemunhas, os elementos fugiram em uma motocicleta após o ato, sem levar qualquer valor.
De acordo com os peritos da Polícia Técnico Científica do Amapá, que estiveram no local, afirmaram que os “supostos” bandidos eram inexperientes e não conheciam o sistema dos caixas, pois colocaram o explosivo pela frente onde tem uma placa que protege o caixa. Como a agência não tinha circuito de segurança, os policiais da 2ª Delegacia de Santana, que ficaram responsáveis pela investigação, usaram as imagens de uma loja que ficava nas proximidades do banco e identificam os causadores.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

18 de Junho (na História de Santana)


Complexo portuário das Docas  de Santana foi inaugurado em 18/06/2009.


1946 – Rio de Janeiro (RJ). O Governo do Amapá assina um acordo especial com o Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (INEP), vinculado ao Ministério da Educação, buscando um auxílio financeiro destinado à ampliação e ao melhoramento do sistema escolar primário do então Território Federal do Amapá. O referido acordo garantiria a construção da 1ª escola a ser erguida na Ilha de Santana. 

1963 – Chega a Macapá, o técnico Patrício Walloume, funcionário da Petrobrás, com objetivo de estudar as possibilidades de instalação de um terminal daquela estatal em Santana. 

1965 – Já se encontra em Macapá, toda a aparelhagem completa para o salão de cinema a ser montado em anexo com a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Vila Amazonas). O salão foi construído em 1964 e seria o 3° cinema montado pela Prelazia de Macapá. 

1973 – O Padre Lino Simonelli é nomeado Coadjutor da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (nas proximidades da Vila Amazonas). 

1974 – Em sessão na Câmara de Vereadores de Macapá, o vereador Ubiracy Picanço inicia a apresentação de projetos e requerimentos que visam buscar melhorias sociais para a Vila Dr.° Maia, que já contava com uma população superior a 25 mil habitantes. 

1991 – Realizado na Câmara de Vereadores de Santana, um debate sobre segurança pública municipal, coordenado pela Associação de Moradores do bairro Comercial de Santana e o legislativo local, contando com apoio e participação do secretário de Segurança Pública do Estado Aluizio Pereira, do Major Josenir Santos (representante da PM/AP), além da presença de lideres comunitários e professores. 

1998 – A Câmara de Vereadores de Santana aprova a criação da Corregedoria e Auditoria do município, diretamente ligada à Procuradoria Geral do município. 

1999 – Os técnicos federais Luiz Henrique Baldez e o engenheiro Wildjan Magno, ambos do Ministério dos Transportes, fazem uma visita técnica ao Porto Organizado de Macapá, em Santana. A visita faz parte da 2ª etapa do processo de municipalização do referido porto, que vinha sendo administrado pela Companhia Docas do Pará (CDP). 

2005 – O embaixador norte-americano no Brasil, Dr.° John Danilovich, acompanhado do diretor da Usaid, Richard Goughnour, o assessor ambiental da Usaid, Eric Stoner; a agente consular em Belém (PA), Christine Moore Serrão; o RH Joaquim Prado; e dois (02) agentes da Polícia Federal (Herald Córdova e Guilherme Coimbra), visitam a fábrica de Cavacos da Amcel em Santana, onde assistem a uma apresentação sobre a empresa e percorrem suas instalações industriais. 

2007 – Iniciada as obras de implantação do sistema de abastecimento da água do Loteamento Delta do Matapí (Santana), orçado em R$ 576,24 mil. As obras são realizadas pela empresa Etecon Ltda, sendo concluídas no prazo de 150 dias. 

2008 – A Prefeitura de Santana assume a responsabilidade pela construção de 33 casas populares e 01 centro comunitário na região do Delta do Matapí. Os imóveis destinam-se às famílias que seriam remanejadas de uma área onde a Prefeitura estava construindo uma bacia de tratamento de esgoto sanitário. As casas eram financiadas por meio de um convênio com a Caixa Econômica Federal e já havia sofrido diversas paralisações, devido irregularidades técnicas e problemas sociais. 

2009 (I) – Em sessão na Câmara de Vereadores de Santana, todos os vereadores votam a favor do arquivamento do Projeto de Lei (PL) que tratava sobre o horário de funcionamento de bares e boates no município. O PL foi de iniciativa popular com apoio da Polícia Civil, ONG’s e igrejas, para que o horário de funcionamento fosse mudado para tentar acabar com a violência em Santana. Segundo o vereador Josivaldo Abrantes, o PL fora arquivado por várias razoes, entre elas, por não haver o número mínimo de assinaturas populares (que deveria ter colhido pelo menos 4 mil assinaturas) para levar à aprovação daquela Casa de Leis. 

2009 (II) – Inauguração do prédio do Complexo Operacional “João Batista Bezerra”, da Companhia Docas de Santana (CDSA). 

2010 – A Prefeitura de Santana, em conjunto com o Governo do Amapá, entrega a certificação de 120 famílias quilombolas residentes na comunidade rural de Santo Antônio (região do Pirativa). 

2012 – O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AP) atende a uma solicitação da Prefeitura de Santana e a sede urbana recebe sinalização com o objetivo de proporcionar mais segurança aos moradores da cidade. Servidores do Núcleo de Engenharia do Detran/AP desenvolvem serviços de pintura nas vias públicas do bairro Remédios, como é o caso da Rua Maria Colares, uma das principais do município, por onde todos os dias passam aproximadamente dez mil pessoas.
As ações de pinturas compreendem áreas conhecidas tecnicamente como eixos, centro da via, bordas e laterais. As atividades no município correspondem a uma distância de quase 3km. 

2013 – Aprovado na Câmara de Vereadores de Santana, o Projeto de Lei n.° 038/13, de autoria do vereador Anderson Almeida (PR), que restringe o uso de cerol na prática empinar pipas ou papagaios nos logradouros do município de Santana, cabendo fiscalização por parte do sistema de segurança pública municipal e multa àqueles que desrespeitarem a nova lei municipal. 

2014 – As perspectivas de desenvolvimento do Porto de Santana, como nova rota de escoamento de grãos do Centro-Oeste brasileiro para o mercado internacional, chamou a atenção da empresa Navegação Prates, sediada em Manaus (AM). De olho na movimentação de carga na costa amapaense, a empresa está interessada em construir um estaleiro no município de Santana, onde fica localizado o porto amapaense, e também dar suporte logístico nas operações que envolvem a exploração de petróleo na região.
O assunto é tratado neste dia (18), na Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), onde o empresário Juarez Prates é recebido pelo secretário José Reinaldo Picanço, juntamente com técnicos da secretaria. O empresário revelou ter ficado impressionado com o que o que foi apresentado durante os dois dias do seminário "Amapá Logística e Offshore", realizado no mês de maio em Macapá, pelo Governo do Estado. Prates também referiu-se ao estaleiro que pretende construir em Santana, com fundo próprio, que servirá para comércio, construção e manutenção das barcaças e navios, que serão utilizados no transporte de carga e grãos para o exterior, com isso, gerando mais de 300 empregos na região.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

17 de Junho (na História de Santana)



Famílias que ocupam uma área hoje transformada no bairro Jardim de Deus, em Santana, permanecem no local através de liminar expedida no dia 17/06/2011.


1968 – Vindo de Alagoas (AL), uma comissão composta de cinco (05) técnicos usineiros chega a Macapá com intuito de abrirem uma unidade de produção da vila portuária de Santana. 

1973 – O Santana Esporte Clube ganha o título do turno de classificação do Campeonato das Escolinhas após derrotar o Ypiranga Clube por 3 x 1. Os jogadores Ubiratan e Claimar (ambos do “Canário”) também são indicados os principais artilheiros desse campeonato. 

1983 – O governador do Amapá Comandante Anníbal Barcellos, em companhia do secretário de Finanças Rubens Albuquerque, visitam a área portuária de Santana, inspecionando o local onde vem sendo erguida a futura Agência de Rendas dessa localidade, com vistas à melhoria do atendimento aos contribuintes, ligados principalmente ao ICM (Imposto de Mercadorias). 

1997 – Em sessão na Câmara de Vereadores de Macapá, o vereador Jurandir Juarez (PMDB) critica o fato de a área portuária do Amapá, situada no município de Santana, viver sob a dependência administrativa da Companhia Docas do Pará (CDP) – significando um prejuízo para a economia do Estado –, e pede providências das autoridades competentes em relação à situação. 

2003 – A Lei Municipal n.° 624/03-PMS desta data, institui o Programa de Incentivo ao Cooperativismo no município de Santana. O programa visa dar orientação e suporte técnico para a organização de comunidades agrícolas em sistemas de cooperativas. Os recursos para aplicação desta Lei são provenientes de orçamento municipal. 

2005 (I) – Em conjunto com técnicos do Ministério Público do Amapá, uma comissão de médicos do Conselho Regional de Medicina (CRM), fazem uma inspeção nos centros de saúde Dr.° Alberto Lima (bairro Daniel), e do Igarapé da Fortaleza, com o intuito de apurarem irregularidades no setor da saúde de Santana. 

2005 (II) – O Governo do Amapá e a Prefeitura de Santana assinam um convênio no valor de R$ 2 milhões, para serem usados no setor da educação no município. O ato da assinatura do convênio ocorre na Escola Municipal Amazonas. 

2010 – Brasília (DF). O senador amapaense José Sarney (PMDB-AP) recebe o Frei Jamilson de Carvalho, onde o religioso apresenta o projeto de construção da Escola de Música da Paróquia de São Pio de Pieltrecina, no bairro Fonte Nova, em Santana (AP). 

2011 – O promotor de Justiça Adilson Garcia, titular da Promotoria da Cidadania de Santana, contesta a decisão liminar deferida pelo Juiz da 1ª Vara Cível de Santana, para reintegração de posse de uma área já denominada “Jardim de Deus”, em Santana. A área de 100 hectares é de propriedade particular de Nelson Richene, e está localizada ao lado da Lixeira Pública do município, próximo ao trevo de acesso ao Distrito Industrial. No local já residiam 150 famílias.
Segundo Adilson, o Agravo foi protocolado neste dia (17/06), sendo que a reintegração estava agendada para as primeiras horas do dia 22/06, com mobilização do 4º Batalhão de Santana, BOPE e ambulâncias. No entanto, até às 18hs deste mesmo dia, o Desembargador convocado, Juiz Eduardo Contreras, não havia decidido, ou seja, omitiu-se na tutela, o que daria mais tempo para as famílias em permanecer no local. 

2014 – Em sessão na Câmara Municipal, os vereadores votam pela alteração em Projeto de Lei Complementar n. 005/14, de autoria do Poder Executivo Municipal, que dispõe sobre o uso e ocupação do solo no município de Santana.

terça-feira, 16 de junho de 2015

16 de Junho (na História de Santana)



Área de lazer histórica de Santana foi reinaugurada em 16/06/2000, passando agora a se chamar Praça "Francisco Corrêa Nobre".



1958 – A Estação Maregráfica Brasileira (EMB) conclui os trabalhos de estudo de análise harmônica do Porto de minérios da ICOMI, em Santana. Os trabalhos haviam iniciado em 24/06/1957 com o objetivo de manter sinalizado o trecho pela Marinha Brasileira. 

1964 – Em visita ilustre ao Amapá, o Embaixador da Iugoslávia, Dr° Marijan Barisic, acompanhado pelo conselheiro econômico da Embaixada, Sr.° Svetozar Markovic, percorre as instalações portuárias da ICOMI em Santana, aproveitando para conhecerem a Vila Amazonas. 

1966 – Em visita ilustre ao Amapá, o representante do Instituto Nacional de Desenvolvimento Agrário (INDA), Dr° Walmir Falcão, conhece as instalações portuárias da ICOMI em Santana. 

1974 – O jornal semanal “A Voz Católica” desta data, publica um artigo que comenta sobre o crescimento desordenado da pequena vila de Santana (atual município), e a questão da prostituição que já vinha se expandindo nesta região. O artigo é de autoria do padre Ângelo Biraghi. (ver edição 649) 

1983 – O Decreto Municipal n° 63/83-PMS exonera, a pedido, Rosemiro Rocha Freires, da função de Chefe do Matadouro do Distrito de Porto de Santana, em virtude de agora está respondendo a uma vaga de vereador de Macapá. 

1988 – Exonerado o professor Emanoel Justino Odilon Andrade do cargo de diretor da Escola Municipal Augusto, e através do Decreto Municipal n. 796 do mesmo dia, é nomeado o professor Reniraldo de Paula Lima para assumir a vaga. 

1989 – Em Santana, é fundado o Lions Clube Perimetral, sendo também realizada a eleição e posse de sua 1ª diretoria, presidida por Sérgio de Oliveira Coutinho. A solenidade de fundação e posse da diretoria ocorre na sede social do Independente Esporte Clube, na Vila Maia. 

1990 – Realizada a “I Corrida do Amor”, promovida pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Santana. Foram inscritos 65 casais, havendo a distribuição de camisas com a frase “Corrida do Amor”. Houve a premiação para o casal mais original (Javan e Angelital), o casal mais idoso (Iranilde e Manga Rosa), e o casal mais jovem (Andréia Lopes e Edival Oliveira). 

2000 (I) – Lançada a candidatura do deputado estadual Rosemiro Rocha à Prefeitura Municipal de Santana. 

2000 (II) – Reinauguração da Praça Cívica de Santana, agora denominada Praça “Francisco Corrêa Nobre”, dotada de um novo aspecto urbanístico. 

2009 (I) – A Advocacia Geral da União (AGU) realiza, na sede da Justiça Federal em Macapá, uma audiência pública que discute sobre os bens deixados pela ICOMI no Amapá. O objetivo do encontro foi resolver o impasse sobre quem ficaria com os imóveis (Poder Estadual ou Federal). 

2009 (II) – Uma audiência pública, realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Santana, discute o horário de fechamento de bares e boates do município. Além do interesse parlamentar, há também o incentivo da Polícia Civil e um Projeto de Lei (PL) de iniciativa popular, contendo 4.000 assinaturas, para rediscutirem o assunto que, inclusive estava regimentado por uma lei municipal.
Até então, os bares funcionavam até às 3hs da manhã, as boates iam até 4hs e as lanchonetes e restaurantes ficavam abertas até 1h da madrugada. Com a nova proposta apresentada na Câmara de Vereadores, as boates deveriam fechar até às 2hs, enquanto que os bares, lanchonetes e restaurantes funcionariam até às 23hs. No entanto, dois dias depois (em 18 de junho corrente), o referido PL foi arquivado por decisão do próprio legislativo santanense, que alegou ter encontrado erros que “ferem” os termos constitucionais, no que causaria sérios prejuízos para os comerciantes locais, que teriam que demitir dezenas de pessoas que trabalham no horário noturno. 

2010 (I) – A Prefeitura de Santana lança o Programa “Segundo Tempo”, para atender 2 mil jovens santanense. O evento ocorre na antiga sede do Independente Esporte Clube. Na oportunidade, são apresentadas as equipes técnicas e de monitores responsáveis pelo acompanhamento das crianças durante a execução do Projeto. O objetivo do programa foi democratizar o acesso e estimular a prática esportiva dos alunos da educação básica e superior.
Vinte (20) núcleos distribuídos em 10 espaços físicos no município santanense ficam disponíveis para receber as ações esportivas previstas, como futsal, futebol, voleibol, dama, xadrez e outras atividades complementares, como capoeira que são as modalidades desenvolvidas como práticas esportivas educacionais nos núcleos do programa. 

2010 (II) – O procurador-geral de Justiça, Iaci Pelaes dos Reis, junto com o promotor de Justiça Milton Ferreira, coordenador da Promotoria de Justiça de Santana, sugerem através de ofício ao governador do Estado, Pedro Paulo Dias, que inclua entre as prioridades de seu atual plano de governo a conclusão da obra da Escola Estadual do Elesbão, localizada no município de Santana. Esta reivindicação foi apresentada pelas lideranças comunitárias durante uma audiência pública promovida pelo programa “MP Comunitário” em Santana. A obra está paralisada, em fase de conclusão. Na localidade funciona uma escola de madeira, em condições precárias, pondo em risco a segurança de professores e alunos. A escola atual comporta 400 estudantes, enquanto a nova atenderá mais de mil alunos. 

2012 – A Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Cidadania da Comarca de Santana, ajuíza uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa contra o prefeito José Antônio Nogueira e os procuradores do município de Santana. O prefeito utilizou a Procuradoria do Município para efetuar sua defesa particular em diversas ações de improbidade ajuizadas contra ele. Segundo a promotora, a utilização dos serviços da Procuradoria de Santana pelo Prefeito, em benefício próprio, gera prejuízo ao erário e, portanto, entre os pedidos apresentados na Ação de Improbidade, há o ressarcimento e a perda da função pública. 

2014 – A Prefeitura de Santana assina convênio com a Caixa Econômica Federal, no valor R$ 4 mil, destinados à construção do 1º Centro de Integração Poliesportivo do município.